Cidadeverde.com
Economia

Movimento Empreender discute economia e desenvolvimento do Piauí com Felipe Mendes

Imprimir

Foto: Assessoria / Move

O economista, político e professor Felipe Mendes participou do Diálogos.com, evento promovido pelo Movimento Empreender Piauí (Move).

Com vasta carreira no cenário político administrativo, Mendes falou sobre economia e desenvolvimento do Piauí, relatando as problemáticas e os investimentos realizados nos últimos anos pelo Governo.

Felipe Mendes fez um breve histórico da economia piauiense, destacando que em 1852 a pecuária já era vista como uma das principais atividades do Estado, mas naquele período já estava em estagnação e não tinha nenhuma outra alternativa. Já em 1970, segundo o economista, o Estado foi marcado pela criação da Barragem da Boa Esperança e a instalação da Universidade Federal do Piauí que veio dá uma nova cara para o Estado.

Segundo Felipe Mendes, atualmente o Piauí tem investido muito em energias renováveis para menor custeio da população, no qual são extraídos de recursos naturais do Estado, a exemplo da energia solar, por conta do sol propício para exploração dessa energia. “O estado se destaca como o terceiro em geração de energia eólica e energia solar fotovoltaica no Brasil, com 14% do total”, enfatizou Felipe Mendes. 

Durante o bate papo, o professor relatou que a produção econômica é gerada pela iniciativa privada e pelo governo que somam forças para o desenvolvimento do estado do Piauí, potencializando a extração de riquezas locais, gerando mais empregos e renda, investimentos nos setores primários, secundários e terciários fomentando a economia local. 

Foto: Assessoria / Move

O presidente do Movimento Empreender Piauí, Arthur Feitosa, comenta sobre a preposição do grupo e os dados apresentados pelo economista durante palestra.

“Tudo que foi dito aqui é o pensamento do Move, o que nós queremos é isso, uma ação prepositiva na condução da gestão pública do estado. Nós queremos melhorar a gestão pública, queremos desenvolvimento, nosso interesse é esse, extra partidário, eminentemente política empresarial. Essas informações apresentadas já tínhamos e agora reafirmados com dados oficiais”, relatou.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir