Cidadeverde.com
Esporte

Charles Leclerc sobra na Rússia e conquista a 4ª pole seguida na Fórmula 1

Imprimir

Foto: DiaEsportivo/Folhapress

Charles Leclerc está impossível. O piloto monegasco da Ferrari sobrou em relação aos seus concorrentes no treino oficial de classificação para o GP da Rússia neste sábado e conquistou a quarta pole seguida na temporada da Fórmula 1 e a sexta de sua carreira.

Dessa forma, Leclerc se tornou o primeiro piloto da Ferrari a marcar quatro poles em sequência desde o lendário alemão Michael Schumacher, que alcançou o feito em 2001. 

"O carro estava incrível. E é muito bom estar na pole, mas a largada é muito importante aqui, mais do que em qualquer lugar. Eu quero apenas focar no trabalho amanhã, que parece bom para nós", disse Leclerc, vencedor de duas das últimas três corridas.

O jovem de Mônaco fez 1m31s628 na sua melhor volta, superando em 0s402 o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, que vai largar em segundo. O líder do Mundial de Pilotos melhorou seu desempenho em relação aos treinos livres, mas não o suficiente para superar Leclerc. 

O próprio piloto inglês admitiu a superioridade da Ferrari neste momento da temporada e alertou em suas últimas entrevistas que a Mercedes precisa agir rápido voltar a ser protagonista. 

Vencedor do GP de Cingapura no último domingo, o alemão Sebastian Vettel ficou em terceiro, 0s425 do companheiro de equipe e à frente do finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, que fecha a segunda fila. 

Bottas, vice-líder do campeonato, herdou a posição do holandês Max Verstappen, que foi punido por conta da troca de componentes do motor de sua Red Bull e perdeu cinco posições. Ele vai largar, portanto, no nono lugar. 

A atividade foi boa para o espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, que ficou em quinto, sua melhor posição no grid de largada no ano. Ele é seguido pelo alemão Nico Hulkenberg, da Renault, o inglês Lando Norris, seu companheiro de equipe, e o francês Romain Grosjean, da Haas, que vai largar entre os dez primeiros pela terceira vez em cinco corridas. 

O australiano Daniel Ricciardo, da Renault, fechou o Top 10, atrás de Verstappen. Além do holandês, o francês Pierre Gasly, da Toro Rosso, e o tailandês, companheiro de Verstappen na Red Bull, também foram punidos com cinco posições no grid. O russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, não treinou após problemas no terceiro treino e vai sair do último lugar.

A largada para o GP da Rússia, a 16ª de 21 corridas do calendário da Fórmula 1 em 2019, será às 8h10 deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da Rússia:

1) Charles Leclerc (MON/Red Bull) - 1min31s618

2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 1min32s030

3) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min32s053

4) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min32s632

5) Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren) - 1min33s222

6) Nico Hulkenberg (ALE/Renault) - 1min33s289

7) Lando Norris (ING/McLaren) - 1min33s301

8) Romain Grosjean (FRA/Haas) - 1min33s517

9) Max Verstappen* (HOL/Red Bull) - 1min32s310

10) Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - 1min33s661

--------------------------------------------------- 

11) Sergio Perez (MEX/Racing Point) - 1min33s958

12) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - 1min34s037

13) Kevin Magnussen (DIN/Haas) - 1min34s082

14) Lance Stroll (CAN/Racing Point) - 1min34s233

15) Kimi Raikonnen (FIN/Alfa Romeo) - 1min34s840

----------------------------------------------------

16) Pierre Gasly* (FRA/Toro Rosso) - 1min34s456

17) George Russell (ING/Williams) - 1min35s356

18) Robert Kubica (POL/Williams) - 1min36s474

19) Alexander Albon* (TAI/Red Bull) - 1min39s197

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - Sem tempo

(*) Punidos com perdas de posições.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir