Cidadeverde.com
Política

Governador diz temer que artifício seja criado para impedir liberdade de Lula

Imprimir

Foto: Bárbara Marreiros/AscomCiroNogueira

O governador Wellington Dias  (PT) comemorou a decisão  do Supremo Tribunal Federal de derrubar prisão em segunda instância. Ele afirma que a Constituição  foi cumprida. 

"A decisão de ontem  é muito importante para o Brasil. Há um fundamento na Constituição que é o principio da presunção da inocência. Toda pessoa é inocente sem prova. E não pode ser condenado enquanto o julgamento não  se concluir. Os casos de risco a própria lei já  trata disso . No geral esta é a regra. É  animador saber que a maioria do Supremo, mesmo apertada , afirma o que o povo deseja. A Constituição  está valendo", disse.

Wellington  diz temer que algum artifício  possa ser criado para que a decisão  do Supremo não  seja cumprida.

"Sempre se lembra do Lula, mas não é só ele. Mas é claro que isso se torna forte. O julgamento diz que Lula quase 600 dias presos com base em uma regra que não existe. Reforça  a tese de preso político. Abre caminho para pacificar o país. A Constituição passa a funcionar. Que não  se invente qualquer  artimanha  para não cumprir o que diz o Supremo e a Constituição", destacou.

Para ele, a prisão  do ex-presidente Lula foi  política. 

"Já tivemos manobras para há  pelo menos 80 dias atrás esse julgamento já  teria ocorrido. Não  se fez o julgamento com artifícios. Já sabemos como tudo aconteceu e isso cria insegurança. Tivemos o leilão  do pré-sal e as empresas do mundo não  quiseram. Isso devido à insegurança jurídica", afirmou.

Para Wellington, o judiciário  foi usado na prisão  de Lula.

"Espero que tudo aconteça  seguindo a lei. O advogado do Lula deve fazer a petição  ao juiz . O normal  é  o juiz liberar. Ele está  preso de forma irregular. Não tem nenhuma prova de crime. Passaram uma rasteira usando o judiciário  nas eleições de 2018. Se Lula fosse candidato  em 2018 ,o resultado poderia ser outro", afirmou.

 


Flash Lídia Brito
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir