Cidadeverde.com
Política

Governador diz que chamará concursados em 2020 e crê que estado sairá da LRF

Imprimir
  • inauguracao-laboratorio-dna-roberta_(1).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • inauguracao-laboratorio-dna-roberta_(2).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(1).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(2).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(3).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(4).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(5).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(6).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(7).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(8).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(9).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(10).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(11).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(12).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(13).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(14).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(15).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(16).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(17).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(18).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(19).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(20).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Labotorio_DNA_Forense-pericia-roberta_(21).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta segunda-feira (11) que a previsão da equipe econômica é que o estado saia do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal em 2020. Com isso, o estado não descarta a possibilidade da convocação de concursados em áreas como Segurança Pública.

Na manhã de hoje, o governador participou da inauguração da  sede do Instituto de DNA Forense do Piauí. Ele falou sobre a necessidade que algumas áreas possuem de convocar concursados.

Do período de abril a outubro de 2019, o estado fez uma economia de R$ 400 milhões em despesas.

"Vamos chegar 2020 abaixo do limite da lei de Responsabilidade Fiscal. Fizemos cortes de despesas e tratamos de fazer que a economia siga com esperamos, o crescimento da receita própria. É preciso que a receita partilhada com a união também cresça. Temos que ter mais cuidado. Vamos fechar o ano com R$ 400 milhões de redução de despesas", destacou. 

Ele afirma que a Procuradoria Geral do Estado faz um estudo sobre as convocações.

"Tivemos uma posição positiva da parte do Tribunal de Contas do Estado. Precisamos disso. A interpretação da PGE é que algumas áreas precisam da reposição de servidores. Isso passa por agentes penitenciários. Nos próximos dias vamos tomar decisão sobre o chamamento", destacou. 

Segurança e tecnologia 

Com a inauguração do laboratório de DNA, o governador afirma que a tecnologia vai ajudar na solução crimes, que será mais eficiente.

"Queremos trabalhar com a ciência e com a tecnologia. Quem acompanhou o compromisso que assumimos em 2015, sabe que vai nessa direção. O objetivo é garantir mais solução para crimes e prevenção. Teremos R$ 100 milhões do Banco do Brasil de empréstimo para investir e o foco vai ser tecnologia. Vamos trabalhar com leitura facial e investir em inteligência. É um passo decisivo na segurança", disse. 

Ele lembra que é preciso investir nos servidores e em convocações.

"Vamos trabalhar agora todo esforço para que possamos cumprir metas. Acho que vamos atingir e vamos abrir 2020 saindo do limite da LRF. Isso É um passo decisivo. Precisamos repor algumas situações de aposentadorias e algumas áreas novas como tecnologia. A área da segurança com prioridade, além de cuidar da política salarial e de reposição para os servidores do Estado. A tecnologia ajuda a reduzir os custos", destacou.

O secretário de Segurança Fabio Abreu afirma que agora a solução de crimes será mais rápida e mais eficiente. 

"Foi uma grande preocupação de buscar que a perícia tivesse essa estrutura. Faltava o laboratório de DNA. As amostras de DNA serão comparadas e iremos elucidar crimes  como estupro. Agora os exames terão uma reposta mais rápida, porque vamos fazer no estado. Antes era feito fora. É importante para agilizar a solução de crimes", destacou.


Lídia Brito
[email protected]

Imprimir