Cidadeverde.com
Últimas

Secretário diz que problema com passagem para transplante foi pontual

Imprimir

Foto: Yasmin Cunha/Cidadeverde.com

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, garantiu nesta terça-feira (19) que foi pontual o problema envolvendo passagens aéreas de um paciente renal do Piauí que estava com transplante marcado para Fortaleza (CE). O caso ocorreu no último dia 9 de novembro e ganhou repercussão após a denúncia do paciente renal José Gomes, que aguardava o transplante há anos.  

Em entrevista à TV Cidade Verde, Florentino assegurou que o problema fugiu da competência do governo do Estado, pois envolveu a disponibilidade de vagas por parte de empresa aérea.

“Há dois finais de semana tivemos um caso isolado, específico, de um paciente que foi noticiado que ele teria uma vaga para uma cirurgia de transplante de rim em Fortaleza. Quando nós fomos comunicados, que começamos a tratativas com as agências de viagens, não tinha mais passagens aéreas disponíveis”, alegou.

O Estado é gestor do programa Tratamento Fora do Domicílio voltado para pacientes que precisam se deslocar de sua cidade para tratamento de saúde. Segundo a Sesapi, do mês de maio ao dia 11 de novembro deste ano, mais de 1,3 mil passagens foram disponibilizadas para pacientes com acompanhantes. 

Florentino garantiu que se reuniu nesta terça-feira (19) com todos as agências de passagens aéreas que prestam serviços para a Sesapi. “A Sesapi é hoje um dos principais clientes na compra de passagens, um cliente que compra que compra em seis meses 1353 passagens aéreas é um bom cliente. Vamos fazer uma licitação”, garantiu.

A Câmara Municipal de Teresina chegou a aprovar uma nota de repúdio contra a Sesapi.

Meningite em Barras

Sobre o caso de óbito em Barras envolvendo uma paciente com meningite, a Vigilância Epidemiológica. 

O que  Sesapi e o Hospita Natan Portela reconhecem é um caso de meningite no município de Barras que evoluiu para óbito no mês de outubro. E este o único. O hospital já declarou que foi um caso de AVC. Não há risco de surto e não há novos casos”, explicou Florentino.

O gestor falou ainda da previsão de entrega da Nova Maternidade para 2020, informando que a estrutura já está com o quinto piso erguido. Ele também afirmou que a Sesapi busca na Justiça destravar as obras do Novo Hospital de Picos.

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir