Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo adota cautela sobre Mundial e evita falar em jogo com Liverpool

Imprimir

O Flamengo tenta manter os pés no chão quando o assunto é o Mundial de Clubes. Dominante na premiação do Bola de Prata, que elegeu os melhores do Campeonato Brasileiro, os jogadores evitaram falar sobre um possível duelo com o Liverpool na final. O discurso é de que antes há uma semifinal a ser disputada.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

"É importante, mas temos que pensar no que vem antes, a gente tem uma semifinal contra o Al Hilal e o Espérance. O Al Hilal é um time muito forte, o próprio Jorge que montou esse time, então temos respeito máximo ao Al Hilal", disse o goleiro Diego Alves.

"É claro que a final é algo esperado por todos, essa segunda final contra o Liverpool, mas como a gente fez até agora, a prioridade total é voltada ao jogo da semifinal", completou.

Mesmo sendo apenas uma provável final, a disputa entre Flamengo e Liverpool é comentada até mesmo na Inglaterra. Em entrevista recente, o goleiro Alisson brigou que faria de tudo para "não ter gol do Gabigol" na decisão. Questionado sobre a declaração, o atacante se esquivou da responsabilidade de ser o homem-gol do time rubro-negro.

"Não tem pressão nenhuma de fazer gol, minha pressão é de jogar bem, me sentir bem, ajudar meus companheiros. Obviamente, eu sou centroavante, mas o Arrascaeta e o Bruno Henrique também fazem muitos gols. Nosso time tem um conjunto muito forte, não serei eu que terei pressão para fazer gol", disse Gabigol, que também deixou claro que a semifinal é o primeiro objetivo.

"A gente tem que pensar em jogar bem e conquistar títulos. A gente tem a semifinal ainda e tenho muito respeito pelos jogos que ainda virão".

Terminado o Campeonato Brasileiro, o Flamengo viaja na próxima sexta-feira (13) para o Qatar, palco da disputa do Mundial de Clubes. Para o técnico Jorge Jesus, a competição será a mais dificíl de conquistar pelo clube carioca.

"Será mais uma grande jornada para o Flamengo e para o futebol brasileiro. Será certamente o troféu mais difícil de conquistar".

Na semifinal, o Flamengo enfrentará o Al-Hilal, da Arábia Saudita, ou o Espérance, da Tunísia. Caso avance para a final, o jogo decisivo está previsto para o dia 21 de dezembro.

"Caso a gente venha classificar para a final, tenho certeza de que o Mister (Jorge Jesus) irá preparar bem o nosso time. Já tive a oportunidade de enfrentar o Liverpool com o Bayern nesse ano, na Liga dos Campeões, e sei o poder que eles têm. Mas caso a gente venha se enfrentar, é um jogo único, uma final, a gente não tem nada a perder, então vamos com toda a força", completou o lateral Rafinha.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir