Cidadeverde.com
Esporte

Menezes e Wild são confirmados no qualifying do Aberto da Austrália

Imprimir

A organização do Aberto da Austrália confirmou as vagas dos tenistas brasileiros Thiago Wild e João Menezes na chave do qualifying da competição disputada em Melbourne. Os dois vão precisar vencer três partidas para "furar o quali" e entrar na chave principal do primeiro Grand Slam da temporada.

Se isso acontecer, eles vão se juntar a Thiago Monteiro, único brasileiro garantido diretamente na chave principal. Na chave de simples feminina, não há representantes do País porque Beatriz Haddad Maia ainda cumpre suspensão provisória por conta de doping. O quali será disputado entre os dias 14 e 18 de janeiro, enquanto a chave principal terá início no dia 20.

Menezes e Wild vivem grande momento no circuito, em seus primeiros passos entre os profissionais de alto nível. O primeiro ocupa no momento o 189º posto no ranking, o melhor de sua carreira até agora. É o segundo do Brasil na lista, atrás apenas de Monteiro (89º).

Campeão pan-americano, nos Jogos de Lima, neste ano, Menezes vai disputar pela segunda vez um quali de Grand Slam. Em sua primeira oportunidade, no US Open deste ano, o tenista de 23 anos venceu duas partidas e caiu somente na rodada final.

Wild, de 19 anos, estará em um quali de Grand Slam pela primeira vez. Ainda com pouca rodagem entre os profissionais, ele já soma um título de nível challenger. Como juvenil, sua maior conquista foi levantar o troféu do US Open do ano passado.

PREMIAÇÃO - A organização do Aberto da Austrália também confirmou o valor total da premiação para a edição de 2020, com novo recorde. Segundo os organizadores, 71 milhões de dólares australianos (cerca de R$ 200,5 milhões) estarão em jogo no primeiro Grand Slam da temporada, um aumento de 13,6% em comparação a sua última edição. Assim, o valor total mais do que dobrou na última década.

Os campeões de simples, tanto no masculino quanto no feminino, vão embolsar 4,12 milhões de dólares australianos (R$ 11,6 milhões) na edição de 2020 do grande torneio. Na outra ponta, aqueles eliminados logo na primeira rodada vão ganhar 90 mil dólares australianos (R$ 254 mil).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir