Cidadeverde.com
Viver Bem

Cirurgia na terceira idade tem 2º maior crescimento entre faixas etárias

Imprimir

A procura por procedimentos estéticos cresce de forma considerável durante os meses de férias. O motivo está na comodidade do tempo livre, o que possibilita os pacientes o essencial para um bom resultado: repouso e disponibilidade para retorno ao consultório. Entretanto, um outro dado disponibilizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) chama a atenção.  Entre 2016 e 2018, no último censo da SBCP, o número de procedimentos estéticos aumentou 1,2% para quem tem 65 anos ou mais.

De acordo com os dados da SBCP, pessoas entre 36 e 50 anos são as que mais se submetem aos procedimentos. Porém, a partir dos 65 anos é possível perceber um salto de 5,4% para 6,6% que, apesar de parecer pequeno, revela a possibilidade de uma tendência, como explica o cirurgião plástico William Machado. "Muitos chegam ao consultório esbanjando vigor e saúde, mas o exterior não acompanha esse ritmo, esse bem-estar interior. Se observarmos a faixa etária de até 35 anos, houve manutenção da procura pelos jovens", comentou.

Cirurgias no rosto, abdome e mamas são as mais procuradas por esse público, sendo o número dos procedimentos não cirúrgicos (49.9%) tecnicamente igual aos cirúrgicos (50,1%). "Os profissionais estão sendo mais requisitados a promover os resultados mais harmônicos possíveis onde o paciente seja percebido mais atraente e jovial, sem necessariamente ficar claro o que foi que ele fez", explicou o médico.

Para William Machado, alguns procedimentos são mais procurados em cada faixa etária e podem ser recomendados caso haja interesse do paciente, sempre levando em conta que os procedimentos cirúrgicos só devem ser realizados caso o paciente apresente boas condições clínicas. "Acima dos 60 anos, cirurgia de pálpebras podem ser associadas com o lifting facial e preenchimento de recuperação ao volume das mãos. Para ajudar no contorno do rosto, podem ser colocados também fios de sustentação", finaliza William.

 

[email protected]

Imprimir