Cidadeverde.com
Geral

Setut ingressa com ação para voltar a circular ônibus pelo bairro Dirceu Arcoverde

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

Atualizada às 9h do dia 17/01

Os ônibus da empresa Santa Cruz não saíram da garagem para circularem na região do grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina. Este é o segundo dia consecutivo que motoristas e cobradores se recusam a trabalhar. Uma audiência será realizada às 10h na Delegacia Regional do Trabalho, já que patrões e empregados não conseguiram chegar a um acordo. Os sindicatos das duas categorias acompanham as negociações, mas não interferem. 

Matéria original

O Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina) ingressou com ação judicial para que os ônibus da empresa Santa Cruz voltem a circular em Teresina.

Na manhã desta quinta-feira (16), os motoristas pararam atividades reclamando direitos trabalhistas. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários do Piauí (Sintetro), Fernando Feijão, informou que a empresa, que faz parte do Consórcio Theresina, está descumprindo a convenção coletiva de trabalho da categoria.
A paralisação afetou os passageiros do Grande Dirceu. 

Marcelino Lopes, diretor do Setut, informou ao Cidadeverde.com que a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) vai intermediar uma reunião entre motoristas e empresários. Ele nega que a empresa Santa Cruz esteja descumprindo acordo coletivo. Segundo o diretor,  o contrato parcial de serviço e o banco de horas estão na legislação trabalhista.

"Há um equívoco por parte do sindicato, a empresa está determinando o que está dentro da lei, mas amanhã vamos tentar um diálogo com Sindicato através da DRT", disse.

O diretor informou ainda que motoristas e cobradores paralisaram as atividades e que já recorreu a órgãos competentes. Segundo ele, a empresa Santa Cruz possui dez ônibus paralisados. O movimento prejudica também, segundo Marcelino, os coletivos do transporte eficiente.

"Ingressamos com ações para retorno imediato, mas a DRT vai intermediar um diálogo e esperamos que se chegue a um acordo", finalizou.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários do Piauí (Sintetro), Fernando Feijão, a previsão é que a paralisação continue nesta sexta-feira.

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir