Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo sofre, mas supera Volta Redonda no fim e faz 3 a 2 com time de garotos

Imprimir

Em dia de apresentação dos novos contratados Pedro, Thiago Maia e Michael à torcida rubro-negra no Maracanã, o time de garotos do Flamengo recebeu o Volta Redonda e suou para vencer por 3 a 2 na terceira rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. 

Foto - Marcelo Cortes - Flamengo

João Lucas, Rodrigo Muniz e Bill marcaram para os donos da casa, enquanto João Carlos e Saulo Mineiro descontaram no Rio de Janeiro.

Com a vitória, o Flamengo vai aos sete pontos e fica na liderança do Grupo A. Com cinco, o Boavista enfrenta o Vasco na noite deste sábado e pode igualar a soma rubro-negra.

Já o Volta Redonda estacionou nos seis pontos e fica na vice-liderança do Grupo B, a três pontos do líder Madureira e à frente do Fluminense, que também soma seis e joga neste domingo contra o Bangu, fora, às 16h.

Apesar de não ter nenhum jogador de destaque na escalação titular, o Flamengo, que foi comandado por Maurício Souza, começou o jogo com superioridade, dominando as ações na primeira metade do primeiro tempo.

Entretanto, os visitantes se encontraram e, aos 33 minutos, João Carlos abriu o placar para o Volta Redonda após cobrança de escanteio do meia Bernardo, ex-Vasco.

Depois do 1 a 0, os jovens atletas flamenguistas tentaram reagir, mas foram tímidos na criação de chances e não levaram grande perigo à meta defendida pelo goleiro Douglas Borges.

Os donos da casa forçaram jogadas aéreas e não conseguiram ameaçar a defesa do Volta Redonda, que também não fez grande jogo no ataque, mas aproveitou sua única oportunidade e foi para o intervalo à frente.

Para azar dos visitantes, porém, o Flamengo empatou logo no começo do segundo tempo. Foi aos três minutos de jogo, com João Lucas. O lateral-direito recuperou a bola e cruzou para Muniz cabecear. A zaga evitou o gol em cima da linha, mas a bola voltou para o ala. Ele chutou fraco, mas Douglas Borges aceitou, permitindo o empate no Maracanã.

Depois da igualdade, os dois times criaram boas chances, mas Lucas Silva, pelo Flamengo, e João Carlos, pelo Volta Redonda, acabaram não convertendo. A partir da metade da etapa complementar, os donos da casa se impuseram, até que, aos 30, veio a virada: Ramon cruzou da esquerda, a defesa errou, e Muniz ficou livre para cabecear forte para fazer 2 a 1.

O triunfo parecia encaminhado, mas o Volta Redonda empatou aos 41, com Saulo Mineiro: o atacante que saiu do banco e bateu na saída de Gabriel Batista para igualar o marcador.

Entretanto, Bill também veio dos suplentes e sacramentou a emocionante vitória flamenguista aos 45. O atacante recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e bateu colocado, no cantinho, sem chances para Douglas Borges.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir