Cidadeverde.com
Geral

Com chuvas, rios mantêm cota de alerta e inundação pelo Piauí

Imprimir

Foto: Yasmim Cunha/Cidadeverde.com

O monitoramento dos grandes rios que cortam o Piauí continua sendo realizado pelo Serviço Geológico do Brasil, secção Piauí, (CPRM). As chuvas que atingiram as cidades piauienses elevou alguns níveis e a maioria ainda estão na cota de alerta. No entanto, em Barras  (a 119 km de Teresina) a situação é preocupante. 

O rio Marathaoan voltou a elevar seu nível e atingiu 4,39 metros, 19 centímetros acima da cota de inundação às 8h desta quinta-feira(19) e a previsão é que esta cota aumente ainda mais nas próximas oito horas. A cota de inundação, na estação localizada em Barras é de 4,20 metros.

Já no rio Longá em Esperantina (a 174 km de Teresina), a cota atual é de 7,10 metros e está apenas 30 centímetros abaixo da cota de inundação, mas em estado de alerta. 

“Devido as precipitações ocorridas na bacia nas últimas horas, o nível parou de regredir e tem previsão de se elevar nas próximas horas. A cota esperada para as 15h45 de hoje (19) é de 7,29 metros, portanto deve continuar em cota de alerta, abaixo da cota de inundação em 11 centímetros”, destaca o engenheiro hidrológico do CPRM, Cláudio Damasceno em seu boletim divulgado hoje. 

Ele sugere ainda que os órgãos competentes se mantenham em alerta já que em Barras há quadro de inundação nas próximas horas. 

Rio Parnaíba

O rio Parnaíba em Teresina está com 5,32 metros atualmente, o que corresponde a 18 centímetros abaixo da cota de alerta (5,50 metros), já nas próximas oito horas tem previsão de elevação de elevação do nível que deve oscilar em torno da cota 5,44 cm.

Em Luzilândia (a 234 km de Teresina), a cota atual do rio Parnaíba é de 5,48 metros, 48 cm acima da cota de alerta definida. Com as chuvas na bacia, a previsão é que aumente até as 19h30, para 5,57 metros. A cota de inundação é de 5,70 m.

Rio Poti

Já o rio Poti em Teresina voltou a apresentar elevação do nível de suas águas devido as precipitações ocorridas na bacia nas últimas horas. A cota atual é de 7,94 metros, seis centímetros abaixo da cota de atenção (8 metros). 

“Há tendência de elevação nas próximas dez horas para valores em torno de 8,74 metros às 17h30 de hoje, caso não sejam verificadas chuvas significativas na bacia nas próximas horas”, destacou.

 

Caroline Oliveira
Com informações do CPRM 
[email protected]

Imprimir