Cidadeverde.com
Geral

Novo comandante da Guarda diz que vai manter diálogo para cumprimento de decretos

Imprimir

O novo comandante da Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM) , tenente- coronel John Feitosa, prometeu manter diálogo e pediu que a população respeite a autoridades que representam o poder público. Recentemente, uma abordagem de PMs a um comerciante que descumpria decreto da pandemia teve repercussão negativa. 

"Vamos exaustivamente dialogar para que possamos resolver cada situação sem gerar um agravamento daquilo que a gente pretende contornar naquele determinado momento. Os guardas municipais têm prestado relevantes serviços. O capitão Monteiro deixou o comando da Guarda e foi quem implantou a GCM e fez todo o trabalho até aqui, sob orientação do secretário Samuel Silveira. Vamos juntamente com os guardas manter esse trabalho rigoroso para fazer o cumprimento dos decretos da prefeitura e estado, fazer com que a população compreenda a necessidade desse isolamento, para que as autoridades sanitárias e demais possam, de forma coordenada, iniciar o processo de volta das atividades para que todos nós possamos ter um retorno com o máximo de pessoas com saúde e o mínimo de baixas", disse o militar. 

O novo comandante da GCM frisa que o momento é de crise e é preciso paciência. 

"Peço a população que seja obediente a ordem da autoridade que está ali representando o poder público. A Polícia Militar igualmente à Guarda tem prestado serviço relevante. Nos momentos de crise, a PM é sempre a tropa que marcha na frente para sanar as situações. Então, o cidadão que, porventura, for abordado, trate o agente público com respeito, urbanidade e certamente será tratado dessa maneira. Nosso trabalho precisa de muito diálogo, paciência e paciência. É um momento de difícil que temos que superar, paulatinamente, com muito trabalho e compreensão de todos", reitera Feitosa. 

O militar pontuou ainda sobre a nomeação de 261 novos GCMs que vão reforçar a corporação. 

"O processo de formação foi concluída, a documentação foi apresentada paulatinamente e está concluso. Agora vamos aguardar uma data para que possam, definitivamente, sejam investidos no cargo. São 261 novos guardas que possam vir a contribuir com o efetivo da Guarda para que a gente possa ter corporação forte e aliada ao cidadão teresinens", concluiu o tenente-coronel John Feitosa. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir