Cidadeverde.com
Geral

Polícia flagra suposto funcionário de prefeitura de União com R$ 397 mil

Imprimir


O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) prendeu, na manhã desta sexta-feira (1), cinco pessoas suspeitas de tentar arrombar a agência do Banco do Brasil do município de União, a 59 km ao Norte de Teresina.

Além das prisões foram apreendidos materiais, objetos e veículos utilizados na ação criminosa. A operação foi ação integrada das polícias Civil e Militar, atrás através do GPM de José de Freitas e União, BPRONE, BOPE e CORE. 

Segundo o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, os suspeitos arrombaram um muro que dava acesso ao terreno da agência, e após romper outros obstáculos tiveram acesso ao cofre do banco, chegando a danificar a estrutura, mas não conseguiram abrir o compartimento. 

Após esta ação os suspeitos fugiram em direção a cidade Miguel Alves. Equipes da Coordenadoria de Recursos e Operações Especiais – CORE, juntamente com equipes do BPRONE, BOPE e unidades policiais militares de União e José de Freitas fizeram diligências que resultaram, primeiramente na prisão de um suspeito na PI que liga União a Miguel Alves conduzindo um veículo GOL preto.

"As diligências continuaram, bem como barreiras, e um veículo Pálio de cor vermelha foi abordado chegando a Lagoa do Piauí ocasião em que os quatro ocupantes de tal carro foram presos em poder de dois revólveres e luvas, bem como outros apetrechos.  Todos os presos foram apresentados aos Delegados Laércio Evangelista e Francírio Queiroz, que diante do que foi apreendido e apurado durante as diligências, deliberaram pela autuação em flagrante dos mesmos por furto qualificado, organização criminosa e porte ilegal de arma, foi apreendido ainda um Corolla de cor preta que foi abandonado pelos investigados na zona rural de União, bem como os equipamentos usados para arrombar o banco", informou o delegado Tales.

Dinheiro
Durante as buscas pelos suspeitos de arrombar o banco,  em um ponto de bloqueio as equipes do Greco e da  Polícia Militar se depararam com uma camionete  ocupada por dois homens, a princípio, sem relação com os suspeitos de arrombar o banco. 

O delegado Tales informou que dentro do veículo foi encontrado R$397 mil em espécie. "Na frente dos policiais e de populares eles disseram que eram funcionários da prefeitura de União e o que o dinheiro teria sido pego em Fortaleza referente a compra de livro didático", conta.

Os dois homens foram encaminhados à Centra de Flagrantes de Teresina. Na presença de advogados a dupla ficou calada e não confirmou a versão dada no momento em que foi flagrada pela polícia; 
O caso está sendo investigado pela polícia. Nenhum dos dois supostos funcionários da prefeitura ficou preso. A oriegem do dinheiro será apurada.

O Cidadeverde.com tentou, mas não conseguiu contato com o prefeitura da cidade para esclarecimentos. 

 

 

Izabella Pimentel [Com informações da TV Cidade Verde]
[email protected] 

 

 

 

Imprimir