Cidadeverde.com
Esporte

Punido por não quitar dívida, Cruzeiro iniciará Série B com seis pontos a menos

Imprimir

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

 

O Cruzeiro irá iniciar a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro neste ano com seis pontos a menos, por causa de uma punição aplicada pela Fifa, que notificou a CBF nesta terça-feira (19) –o time foi comunicado no mesmo dia.

O clube mineiro deixou de pagar uma dívida ao Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pelo empréstimo do volante Denilson. Divulgada inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmada pela reportagem, a notícia surpreendeu o Núcleo Diretivo Transitório, grupo de gestores à frente da equipe.

A diretoria já tinha avançado nas conversas com o Al-Wahda para adiar o prazo de pagamento por 60 dias. No entanto, sem o documento dos árabes, que era aguardado até esta terça, a equipe perderá seis pontos. Após ser notificado, o conselho gestor se reuniu às pressas para discutir o caso.

"A notícia da Rádio Itatiaia nos pegou de surpresa, tínhamos negociação adiantada para adiar dívida pelo empréstimo de Denilson por 60 dias", disse Carlos Ferreira, interlocutor do conselho gestor cruzeirense, à reportagem.

As conversas entre Cruzeiro e Al-Wahda foram conduzidas por Kris Brettas. O advogado é o responsável pelo departamento jurídico do clube desde a renúncia da gestão anterior, liderada por Wagner Pires de Sá. Ele havia chegado a um acordo com os árabes, mas Fifa já determinou a punição.

THIAGO FERNANDES
BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) 

 

Imprimir