Cidadeverde.com
Últimas

Piauí supera 100 mil inscritos no Enem; inscrições encerram nesta sexta (22)

Imprimir

Foto:Roberta Aline

No Piauí, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já alcançou o número de 100.113 inscritos até esta quinta-feira (21), segundo balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

As inscrições para o Enem 2020 seguem abertas até 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio. Acesse aqui a página de inscrição no Enem.

O Inep e o Ministério da Educação (MEC) decidiram  pelo adiamento da aplicação das provas nas versões impressa e digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.  As datas inicialmente previstas para os exames eram dias 1º e 8 de novembro para a versão impressa e 22 e 29 de novembro a digital

"Recebemos a boa noticia do adiamento da aplicação do exame e neste momento os alunos devem se atentar ao período de inscrição. As escolas estão com um trabalho intenso, realizando atividades para alcançar todos os alunos, utilizando variadas plataformas com a criação de conteúdos no ambiente virtual. Temos o Pré-Enem Seduc, com toda uma equipe que vem proporcionar apoio aos nossos estudantes e é importante seguir o edital neste momento", frisou o secretário Ellen Gera.

Para garantir o maior número de inscritos no Enem, a diretora da escola Monsenhor Professor Raimundo Nonato Melo, Mirlane Ramos, criou uma rede de suporte para a inscrição aos alunos.

"Mesmo com o adiamento do exame, a escola abriu as portas e continuamos a mobilização dos alunos neste momento. Disponibilizamos o espaço para os alunos realizarem a inscrição utilizando a internet da escola por meio de agendamento  a fim de alcançar todos os alunos e garantir que estes consigam realizar suas inscrições. Adotamos esta estratégia diante da dificuldade de muitos estudantes em ter acesso à internet e por isso colocamos um professor dando suporte no ato da inscrição por meio de agendamento", explicou Mirlane Ramos.

 

Da redação
[email protected] 

 

 

Imprimir