Cidadeverde.com
Esporte

Ferj e clubes aprovam protocolo médico, mas não definem data de volta do Carioca

Imprimir

Um dia depois do governador Wilson Witzel publicar um decreto que autoriza o retorno do futebol no Estado do Rio de Janeiro a partir deste sábado, os clubes e a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) realizaram o Conselho Arbitral virtual para a volta do Campeonato Carioca, paralisado desde o dia 16 de março por conta da pandemia do novo coronavírus. 

No entanto, os dirigentes decidiram pela cautela e vão esperar o referendo do Protocolo Jogo Seguro, aprovado nesta reunião, e de outras medidas pelas autoridades sanitárias para recomeçar a competição.

A ideia dos dirigentes é realizar partidas de portões fechados e preferencialmente em três estádios da cidade do Rio de Janeiro: Maracanã, Engenhão e São Januário. Mas nenhuma data foi marcada. Pelas regras de flexibilização do isolamento social da prefeitura, a partir de julho os confrontos poderiam receber a torcida, desde que até 33% da capacidade de público dos estádios na capital fluminense.

O plano agora é que este protocolo seja enviado nesta segunda-feira para aprovação do Governo do Estado para que então seja marcado, já na próxima semana, um novo Conselho Arbitral para decidir a data da retomada do Campeonato Carioca. Botafogo e Fluminense, contudo, seguem contra o retorno dos jogos e atividades neste momento.

O último jogo aconteceu no dia 16 de março com a vitória do Madureira, por 2 a 1, sobre o Volta Redonda. Faltam ainda duas rodadas para terminar a fase de grupos da Taça Rio (o segundo turno), de onde sairão quatro classificados à fase final. 

Flamengo e Boavista (9 e 4 pontos respectivamente) estão na ponta do Grupo A e o Botafogo está em quarto lugar com 4. Já Fluminense e Madureira (9 e 6 pontos) lideram a outra chave, com o Vasco em quinto, somando apenas dois.

Fonte: Estadão Conteúdo

 


 

Imprimir