Cidadeverde.com
Geral

Na véspera da retomada de atividades, Piauí registra 25 mortes e mais de 432 casos do coronavírus

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Ampliada às 20h07

Na véspera da reabertura de alguns setores que estavam fechados na tentativa de reduzir o contágio pelo coronavírus, o Piauí registrou 25 novas mortes e 432 casos de infecção. Com os dados atualizados neste domingo (5), o estado acumula 809 óbitos por covid e 26.511 casos confirmados.  

Os números de casos divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) seguem tendência de queda registrada aos domingos. A situação hospitalar se mantém estável, com cerca de 900 leitos ocupados e ligeiro aumento nas internações em UTIs - passou de 72% para 75%. 

Foram 12 mortes de pacientes de Teresina: cinco homens (66, 77, 80, 82 e 84 anos) e sete mulheres (63, 70, 79, 84, 86, 90 e 91 anos). A capital agora tem 459 óbitos de infectados pelo coronavírus. 

Parnaíba alcançou a marca de 70 óbitos, com mais três registros neste domingo: um homem (73 anos) e duas mulheres (44 e 67 anos).

Barras confirmou sua 17ª morte - paciente de 86 anos, do sexo masculino. 

Campo Maior teve seu 16ª óbito - um homem de 77 anos.

Picos teve sua 14ª morte confirmada - um homem de 85 anos

Também foram registrados o terceiro óbito de Bom Jesus (homem, 73 anos), Joaquim Pires (mulher, 47 anos) e São José do Divino (homem, 66 anos), e o segundo de São João da Varjota (homem, 83 anos) e São Pedro do Piauí (homem, 65 anos). 

Com as primeiras mortes de Avelino Lopes (homem, 76 anos) e Sussuapara (homem, 81 anos), são 92 os municípios com vidas perdidas para a Covid-19.

 

Casos confirmados
Dos 432 casos, 139 são de pessoas de Teresina e 293 do litoral e interior do estado. 

Os casos estão distribuídos em 212 dos 224 municípios do Piauí. Os maiores números são de Teresina (9.881), Parnaíba (3.456), Campo Maior (891), Picos (799) e Barras (690). 

Situação hospitalar
Foram 30 altas médicas nas últimas 24 horas, o que não gerou redução nos leitos ocupados, que agora são 909 - eram 906 no dia anterior. 

São 557 pacientes em leitos clínicos, 22 em estabilização e 330 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) - o maior número registrado até agora. 

Na véspera do início da retomada de atividades econômicas no estado, a ocupação da UTIs chegou a 75,17%. Somados os leitos de terapia intensiva e estabilização, que usam respiradores, a ocupação é de 68,88%. 

 

Fábio Lima
[email protected]

Imprimir