Cidadeverde.com
Geral

Capitão morre vítima de Covid; 21ª vítima da doença na PM

Imprimir

Divulgação PMPI

Mais um militar perdeu a luta contra a Covid-19. O capitão da reserva Antônio José da Costa morreu nesta sexta-feira(31) por complicações causadas pela doença. Ele é pai do também capitão da PM, Thanak Hitler, que atualmente é lotado no Batalhão da Rone. 

Com a morte do capitão Costa, já são 21 militares que perderam a vida por causa do novo coronavírus. Ele serviu à PM no Grupamento de São Julião, onde trabalhou por muitos anos e era bastante conhecido. 

Além de pai de um oficial da PM, Costa também era amigo do comandante geral da instituição, coronel Lindomar Castilho, que lamentou profundamente essa morte. 

“Foi um dos grandes amigos que tive na Polícia Militar, com ele aprendi muito, era um amigo, um professor, na verdade era como um pai. Costumava chamá-lo de General, tamanho era meu respeito e admiração. Excelente profissional, compromissado, corajoso, destemido, honesto, um marido e pai exemplar, cuidava da família como seu maior tesouro.  Dizem que reconhecemos os verdadeiros amigos quando são capazes de vibrar com nossas vitórias, o Costa era esse amigo. A cada passo em minha carreira sentia a sua vibração comigo. Eu e minha família fazíamos questão de sua presença em nossos momentos, aniversários, formaturas, conquistas e também nas desilusões, pois o seu conselho era o melhor remédio”, destacou o comandante em nota.

E completa: “Obrigado meu amigo, rogo à Deus que lhe conceda a glória, o melhor descanso, pois sua missão terrena foi cumprida com louvor, combateu o bom combate. A você minha melhor continência!".

O Centro de Assistência Integral à Saúde da Polícia Militar repassou todas as informações necessárias à família enlutada. 

“O Comando Geral da PMPI e toda família policial militar solidarizam-se com a família, em especial com o Capitão Thanack, filho do Capitão RR Costa, e amigos; e rogam que a misericórdia de Deus amenize a dor e conforte a todos diante de irreparável perda”, finalizou a nota da PM.

Também morreu nesta semana, o sargento Joselito que atuava no Palácio de Karnak. Já se foram 11 policiais da ativa e dez da reserva remunerada e mais de 500 já foram afastados por suspeita ou casos confirmados da Covid. 


Caroline Oliveira
Com informações PMPI
[email protected]

Imprimir