Cidadeverde.com
Últimas

Município de Santa Filomena decreta lockdown após aumentar casos de covid-19

Imprimir

Foto: Facebook/Prefeitura

O prefeito do município de Santa Filomena (a  região sul do estado, decretou lockdown   de hoje (05) até domingo (09). A medida foi tomada depois que a cidade apresentou um crescimento dos casos de coronavírus.

Em 15 dias, a cidade passou de 12 para 25 casos e registrou duas mortes. De acordo com o gerente da Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade,  Ricardo Brito,  a situação preocupa porque a UTI mais próxima fica a 700 km de distância.

“A UTI mais próxima fica em Floriano, que chega a 700 km de distância. Uma pessoa chegou a óbito no transporte.  No caso de outro paciente,  a transferência nem chegou a ser feita porque não deu tempo. É uma situação que preocupa. Tem uma pessoa da cidade em Bom Jesus. Lá não tem UTI. É uma Unidade semi-Intensiva.  Bom Jesus fica quase 300 km”, afirmou.

Pelo decreto do prefeito Carlos Augusto Braga (Progressistas), de  hoje até sexta-feira só poderão funcionar os  serviços considerados essenciais como supermercados, postos de gasolina., farmácias, serviços de delivery entre outros.  Do sábado ao domingo, só funcionarão as farmácias.

De acordo com Ricardo Brito, a possibilidade de se estender o lockdown será analisada pela equipe de saúde do município. “Vamos analisar o resultado desses de lockdown . Se for preciso, pode ser estendido por outras semanas. Tudo vai depender do resultado”, destacou. 

Nas redes sociais, o prefeito Carlos Braga pediu a compreensão e cooperação da população.  Segundo ele, o momento pede medidas duras. 

“Resolvemos, em parceria com a Secretaria de Saúde, decretar atitudes mais severas e drásticas de contenção e combate a pandemia do covid-19. Pedimos a colaboração de todos. É um momento difícil, duro, mas precisamos de atitudes duras e produtivas. Queremos pedir aos amigos que trabalhem juntos para combater a pandemia. Vamos proteger nossas famílias e lares. São medidas que terão efeito e salvarão vidas”, disse o prefeito. 

 

Lídia Brito
[email protected]

Imprimir