Cidadeverde.com
Geral

Preso suspeito de representar 'interesses' do PCC no Piauí

Imprimir

Foto: PC/PI

A Polícia Civil de Canto do Buriti, cidade localizada a 409Km de Teresina, prendeu, na manhã desta terça-feira (11), um jovem identificado como Lucas Alves, 19 anos. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 8ª Vara da Criminal do Distrito Federal dentro da Operação Anastasys, que investiga suspeitos de integrar a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo as investigações, Lucas Alves representava os "interesses" do PCC na cidade de Canto do Buriti e pode ter envolvimento na execução  de um homem identificado como Leonardo Evangelista, em maio deste ano. O corpo da vítima foi encontrado enterrado e com sinais de tortura. De acordo com a polícia, a morte foi motivada por desavença no tráfico de drogas e teria sido uma ordem da facção.  

"O preso representava os interesses dessa organização criminosa aqui no Estado e pode estar envolvido nesse homicídio", conta o delegado Yan Brayner, da Delegacia de Canto do Buriti.

O delegado Yan Brayner disse ao Cidadeverde.com que, além de cumprir o mandado da Justiça do Distrito Federal, Lucas Alves também foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Na casa onde ele mora os policiais encontraram crack. 

A operação Anastasys foi deflagrada nos Estados de Goiás, Ceará, Piauí e no Distrito Federal pela Divisão de Repressão a Facções da Polícia Civil do DF. No Piauí a ação contou com o apoio operacional da Delegacia de Canto do Buriti e da Gerência de Polícia Especializada - GPE.

 


Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir