Cidadeverde.com
Política

Executiva Nacional do MDB aprova proposta de Marcelo Castro para distribuição do fundo eleitoral

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

A Diretoria Executiva Nacional do MDB aprovou por unanimidade a proposta apresentada pelo tesoureiro do partido, senador Marcelo Castro (MDB-PI), sobre os critérios fixados para a distribuição do Fundo Eleitoral de Financiamento de Campanha (FEFC) para as Eleições Municipais de 2020. Castro recomendou transparência e equidade na divisão dos recursos. O presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), elogiou a articulação do tesoureiro ao dialogar com diversos representantes regionais.

Os critérios fixados pelo partido devem ser encaminhados agora para a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que vai dar o aval para a liberação do FEFC.

“É uma grande honra ocupar uma posição de relevância como a de tesoureiro nacional do meu partido e poder ajudar nesse processo que não é simples, mas precisa da nossa contribuição para ser o mais transparente possível. Quero agradecer os elogios dos colegas de partido durante a reunião dessa semana e dizer que fizemos o possível para atender às exigências legais e às diversas sugestões que vieram de vários estados”, afirmou.

Entre outros critérios, o partido irá considerar o número de representantes eleitos para a Câmara e para o Senado na última eleição geral, bem como o número de senadores filiados ao partido que, na data do pleito, estavam no primeiro quadriênio de seus mandatos.

Um dos pontos altos da reunião foi a participação da presidente do MDB Mulher, Fátima Pelaes, e do presidente da Juventude do MDB, Assis Filho, que agradeceram o apoio do partido a esses dois núcleos nas eleições de 2020. 

Para as candidaturas de jovens entre 18 e 34 anos, o partido irá destinar o mínimo de 1% do FEFC. Já para as candidaturas femininas, o artigo 9º da Resolução 003/2020 do partido dispõe que o mínimo será de 30% do fundo, podendo o valor ser aumentado proporcionalmente caso o número de candidatas mulheres ultrapasse esse percentual, a fim de garantir a divisão igualitária entre as candidaturas de cada sexo.

A ata da reunião pode ser conferida na íntegra no site www.mdb.org.br.

 

[email protected]

Imprimir