Cidadeverde.com
Esporte

Juventude sofre no 2º tempo, mas segura empate contra o América-MG pela Série B

Imprimir

Com grande atuação do goleiro Luis Carlos e uma bola tirada em cima da linha por Genilson, o Juventude segurou o empate sem gols diante do América Mineiro, nesta segunda-feira, no estádio Alfredo Jaconi, pela abertura da quarta rodada da Série B do Brasileiro.

Com o resultado, o Juventude manteve a segunda posição, com sete pontos, mesma pontuação do líder Paraná. Já o América, ainda fora do G-4, soma cinco, conhecendo seu terceiro tropeço consecutivo no torneio.

O time gaúcho perdeu três jogadores, além do técnico Pintado, por conta do coronavírus. Todos estão em isolamento e não puderam ir a campo. Com isso, Dino Camargo assumiu a equipe interinamente. Do outro lado, Lisca reencontrou o clube que o fez ganhar projeção e apelido de 'louco'.

O Juventude apostou na pressão para superar o América, mas a tentativa de Dalberto, em velocidade, no meio da marcação adversária, carimbou a trave. Logo na sequência, foi a vez de Hélder arriscar de fora da área, Matheus fez uma grande defesa. Apesar do jogo ser truncado os clubes conseguiram criar chances no ataque.

O América respondeu aos 21 minutos. Juninho recebeu dentro da área, tirou a marcação e chutou. Luis Carlos foi buscar. Antes do apito final, o goleiro ainda evitou uma tentativa de João Paulo de fazer um gol olímpico.

O lado do ruim, principalmente para o Juventude, foi a perda de dois jogadores por lesão. Renato Cajá, ex-Ponte Preta, e Reynaldo precisaram deixar o campo por não terem condições de jogo. Wallace Tarta e Genilson entraram.

No segundo tempo, o Juventude não se encontrou e começou a errar muitos passes. O América, então, cresceu e criou as principais oportunidades, como na cobrança de falta rasteira de Marcelo Toscano, que por muito pouco não surpreendeu Luis Carlos, e no arremate de Juninho. O goleiro salvou mais uma.

Os momentos finais foram de pressão mineira. A grande chance aconteceu aos 37 minutos. Carlos Alberto invadiu a área e chutou para mais um milagre de Luis Carlos. Na sobra, a bola voltou na cabeça de Marcelo Toscano, que só não marcou porque Genilson tirou em cima da linha para decretar o empate.

Na próxima rodada, o América enfrenta o Oeste na sexta-feira, às 19h15, na Arena Independência, em Belo Horizonte. No sábado, às 16h30, o Juventude visita o Náutico no Aflitos, no Recife.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 0 X 0 AMÉRICA-MG
JUVENTUDE - Luis Carlos; Luis Ricardo, Augusto, Reynaldo (Genilson) e Helder; João Paulo, Gabriel Bispo (Samuel Santos), Marciel e Renato Cajá (Wallace Tarta); Breno Lopes (Rafael Silva) e Dalberto. Técnico: Dino Camargo (auxiliar).]
AMÉRICA-MG - Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Flávio (Marcelo Toscano), Juninho, Alê (Geovane) e Matheusinho (Carlos Alberto); Rodolfo (Vitão). Técnico: Lisca.
ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).
CARTÕES AMARELOS - Genilson e Helder (Juventude); Diego Ferreira e Zé Ricardo (América)
LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir