Cidadeverde.com
Esporte

Rodada do Campeonato Brasileiro com gols anulados e reclamações

Imprimir

A 6ª rodada do Campeonato Brasileiro teve o clássico carioca com o Fluminense derrotando o Vasco da Gama por 2 x 1, interrompendo a boa campanha vascaína e levando o tricolor ao G-4. 

Outro tricolor venceu e também deu um salto importante na classificação. Trata-se do São Paulo com o placar de 2 x 1 no Corinthians e agora segundo colocado.

Internacional e Flamengo  venceram os seus jogos e os derrotados reclamam até hoje da atuação da arbitragem de vídeo.  O Colorado, líder do Campeonato com 15 pontos, bateu o Botafogo em pleno Estádio Nílton Santos por 2 x 0, porém os botafoguenses protestam contra a atuação do VAR que anulou os seus dois gols que valeriam o empate. 

Na Vila Belmiro o Santos Futebol falou alto contra o VAR, que não considerou válidos dois gols do Peixe quando o placar era de 0 x 0. Aí o Flamengo foi lá e marcou 1 x 0, faturando os 3 pontos.

O futebol cearense fez bonito na rodada com duas vitórias. No Castelão o Fortaleza dominou o Bragantino e venceu por 3 x 0. O Ceará foi ao Estádio Olímpico de Goiânia e marcou 2 x 0 no Atlético Goianiense. Fortaleza e Ceará deram uma escapada da zona de rebaixamento.

O chamado G-6 do Campeonato Brasileiro ficou assim:

- Internacional, líder com 15 pontos; O São Paulo passou a ocupar a segunda posição com 13, vindo a seguir:  Vasco da Gama - 10; Fluminense - 10; Atlético Mineiro - 09 e Palmeiras também com 09 pontos.

No bloco intermediário estão:

- Fortaleza - 08 pontos; Bahia - 08; Flamengo - 08; Santos - 07; Grêmio - 07; Ceará - 07; Atlético Paranaense - 07; Coritiba - 06; Botafogo - 06; Corinthians - 05 pontos.

Posições na zona de rebaixamento:

- Bragantino - 05 pontos; Goiás - 04. Sport Recife - 04 e Atlético Goianiense também com 04 pontos.

Nas seis rodadas, como geralmente acontece no Campeonato Brasileiro, o destaque é o Internacional, líder e mostrando um futebol bem aguerrido.

No mais, temos distâncias pequenas dentro dos três blocos: G-6, intermediário e zona de rebaixamento. Na próxima rodada as posições poderão ser bem alteradas.

Dídimo de Castro 
[email protected]

Imprimir