Cidadeverde.com
Política

Governador diz que trabalha para ter dois nomes da oposição no 2º turno

Imprimir
  • visita_governador_a_escola_propiaui-13.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-20.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-19.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-18.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-17.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-16.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-15.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-14.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-12.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-11.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-10.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-9.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-8.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-7.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-6.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-5.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-4.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-3.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui-2.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • visita_governador_a_escola_propiaui.jpg Roberta Aline / Cidade Verde

O governador Wellington Dias (PT) afirma que a eleição em Teresina terá segundo turno. Ele disse que trabalha para que dois nomes da oposição possam compor as vagas. Wellington afirma que tem como candidato Fábio Novo (PT), mas que não deixa de trabalhar pelas outras candidaturas da base aliada. 

"Teresina tem uma vantagem por ser uma eleição de dois turnos. Todo levantamento confirma que a chance de ter segundo turno é muito grande. O desafio é no segundo turno buscar um entendimento para que se possa construir uma vitória. Se não tivermos uma vitória em um primeiro turno de um dos nossos candidatos, temos um segundo turno com dois nomes da oposição", declarou. 

O governador elogia a candidatura de Fábio Novo. Mas afirma que o grupo também tem outros candidatos. 

"Meu partido organizou uma excelente frente de legendas, juntos com 94 candidatos a vereadores. No dia 27 começa a campanha. Estou bastante animado.  Não apenas com Fabio Novo. Ele sabe que tenho a tarefa de conduzir o conjunto da eleição no estado. Estou bastante confiante na perspectiva dele. Uma pessoa bastante preparada, que tem uma condição. Temos outros candidatos que são de partidos do nosso time. São secretários e secretárias. Destaco a Simone Pereira, o Fabio Abreu e Dr. Pessoa. Temos alegria de andarmos juntos", destacou.

Sobre as críticas ao governo, Wellington afirma que obras estão sendo retomadas com o pró-Piauí. Segundo ele, não se pode misturar eleição e gestão. 

"Alguns acreditam nessa coisa de criticar, criticar, criticar. Eu me sinto mais animado para trabalhar, trabalhar, trabalhar. Crítica porque tem uma estrada ruim em Barras. Tem. E com a retomada das obras, vamos fazer. Não só ela, são cerca de 2 mil quilômetros que retomamos agora, com recursos próprios do estado e mais outros 2 mil quilômetros que fazemos integrados com a bancada federal. Na minha opinião, toda nossa equipe deve focar em muito trabalho. Eleição é eleição. Temos os partidos cuidando das eleições. Também como líder,  trabalhando para busca  contribuir para que possamos sair do resultado dela com uma importante vitória. Estou bastante confiante nisso. Somos um conjunto de partidos. Não apenas o meu. São vários partidos que juntos trabalhando para um bom resultado em 224 municípios”, destacou. 

Antecipação

O governador também falou da antecipação das eleições. Ele afirma que é preciso viver um pleito de cada vez. Segundo Wellington Dias, o grupo liderado pelo PT quer fazer o maior número de prefeitos no estado. 
 
"Vou trabalhar como sempre trabalhei. Uma eleição de cada vez. Em 2020, é a eleição de 2020. Já pertinho de 2022, tratamos de 2022. Trabalhamos como um time. Quero que no resultado da eleição, todo esse time saia fortalecido. Isso para sairmos com mais vereadores, prefeitos e vices. Apenas por ganhar. Não. Mas para termos a chance de maior integração do estado com cada município. Temos uma maioria ampla que acredita. Olha o Piauí há 20 anos. Quando olhamos vemos grandes mudanças", destacou.  

Pró-Piauí

O governador visitou a obra da Escola São Paulo no bairro Parque Piauí em Teresina. De acordo com o programa, até 2022 serão R$ 6 bilhões investidos em obras.

"O Pró- Piauí parte do princípio de que estamos na pandemia em uma fase de retomada dos serviços. E temos o problema grave não só do Piauí, mas de todo Brasil, que é renda. Vamos trabalhar dentro do Pró-Piauí seis programas como educação, saúde, infraestrutura, social, segurança, essa modernização para mais eficiência do estado, dos investimentos privados, PPP. Como organizamos o estado, temos condições de recursos para investimentos. Com as reformas das escolas fazemos dinheiro circular. Até 2022, vamos realizar R$ 6 bilhões em obras e ações. 

 

Lídia Brito
[email protected]

Imprimir