Cidadeverde.com
Política

Firmino diz que não tem previsão de retorno das aulas e divulga nova pesquisa

Imprimir

Foto: Semcom/Prefeitura de Teresina 

O prefeito Firmino Filho (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (24) que ainda não há previsão de retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino de Teresina, mesmo com o início da retomada autorizada pelo governo do Estado. A declaração foi dada durante a apresentação dos dados da 20ª Etapa da Pesquisa de Investigação Sorológica, que apontou a continuidade da tendência de queda dos casos de Covid-19 na capital. 

Mesmo com os dados considerados positivos, o chefe do executivo municipal avalia que ainda é cedo para definir o retorno à sala de aula na rede municipal, que, segundo ele, atinge 92 mil crianças e adolescentes. 

"Em relação à rede municipal, cabe às prefeituras fazer essa determinação. Ainda estamos estudando esse processo, para que a gente tenha certeza em relação à segurança. Estamos observando outras cidades que já iniciaram esse processo. É uma medida muito drástica, porque mexe com a vida de 92 mil crianças e adolescentes. Todos os processos de retorno acontecera de forma segura, a gente espera que com a educação também ocorra dessa forma", destacou. 

Eleições 

Durante a apresentação, Firmino também voltou a falar sobre os impactos das atividades políticas na situação de combate à pandemia em Teresina. Com o início do período de campanha, no próximo domingo, o chefe do executivo defendeu o reforço das orientações aos partidos e candidatos. 

"É necessário que a gente possa defender esses parâmetros e hábitos para que a gente não tenha nenhum tipo de retorno. As evidências que temos é que o processo de queda continua a existir, mesmo com a retomada. Se tivermos alguma evidência de que essa situação.

Ocupação de leitos

Durante a apresentação desta quinta-feira (24), o prefeito Firmino Filho fez um alerta sobre o crescimento da taxa de ocupação dos leitos de UTI não-covid, ou seja, destinados para a população em geral. A média móvel da taxa de ocupação registrada no levantamento já é de 81,56%.

Já a média de ocupação nos leitos de UTI exclusivos para pacientes com a Covid-19 é de 64,54%, percentual considerado positivo. 

De acordo com Firmino, nos próximos dias o processo de reconversão de leitos, ou seja, a transformação de leitos de UTI Covid em leitos de UTI 'Não-Covid'. 

"O Estado também precisa fazer esse mesmo processo no HGV e no HPM, e existe a necessidade que se faça isso também no Hospital Universitário. Também é importante que os ambulatórios possam funcionar à plena carga, porque temos muitas demandas reprimidas, por conta da duração dessa crise", disse. 

Dados

Os dados da 20ª  etapa da Pesquisa de Investigação Sorológica, apresentados hoje pelo prefeito Firmino Filho, apontam a continuidade da tendência de queda no número de casos e mortes por  Covid-19 em Teresina. 

De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 18 e 20 de setembro, Teresina possui atualmente 126.873 casos confirmados da doença. O número é quatro vezes maior que do que a quantidade oficial de casos confirmados pela Fundação Municipal de Saúde até período analisado (28.332). 

O levantamento ainda aponta que Teresina possui 24.994 casos ativos da Covid-19, ou seja, pessoas que tiveram contato com o vírus há menos de 14 dias e que ainda podem estar vivenciando a fase ativa da doença e na fase de transmissão.

Entre os indicadores que ainda preocupam, está o de atendimentos de síndrome respiratória aguda grave, que voltaram a crescer na última semana. De acordo com a pesquisa, o crescimento foi de 17% entre as semanas epidemiológicas 37 e 38. 


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir