Cidadeverde.com
Últimas

Justiça julga 1º caso de feminicídio após retorno do recesso nesta segunda (05)

Imprimir

Depois de julgamentos adiados na semana passada diante dos casos suspeitos de Covid-19 entre os participantes, o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) julga o primeiro caso de feminicídio, após o retorno presencial das audiências, nesta segunda-feira (05).  Os julgamentos presenciais estavam suspensos devido o recesso diante da pandemia do novo coronavírus.

O julgamento mantido para segunda ( 05) é relativo ao crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil, com emprego de meio cruel, pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima e feminicídio. Ele tem como réu José Ribamar Costa e a vítima Francilda Pereira Miranda. O réu encontra-se em prisão preventiva.

O júri está mantido, até o momento, apesar do réu também ser assistido pela Defensoria Pública. Na quarta-feira (30) da semana passada, uma audiência do Tribunal do Júri foi suspensa após o resultado do exame do réu ser positivo para o novo coronavírus.   

Na sexta (2), data em que seria julgado o primeiro caso de femicídio envolvendo o réu preso Izaquiel Fernando de Sousa e a vítima Aline Silva Ramos Pedreira foi suspenso, pois o defensor público deste caso teve contato com o réu que testou positivo para covid no dia anterior.  A audiência desse feminicídio está prevista para ocorrer no dia 19 de novembro de 2020.

Crime

O indiciado José Ribamar Costa é acusado de golpear a vítima Francilda Pereira de Miranda com o uso de uma enxada no dia 19 de junho de 2018 em uma casa no Conjunto 2000, no bairro Nova Teresina, em Teresina. A vítima sofreu 12 golpes, incluindo na cabeça, e não resistiu aos ferimentos.

A investigação do caso apontou que a vítima tinha um relacionamento amoroso com o acusado. No entanto, a vítima iniciou outro relacionamento e buscava se afastar do acusado.  O acusado não aceitou o fim do relacionamento e após diversas ameaças matou a ex-companheira. Quanto a motivação do crime, o acusado alegou ciúmes. 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir