Cidadeverde.com
Política

Batalha jurídica entre Kleber Montezuma e Dr. Pessoa acirra campanha em Teresina

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

A disputa eleitoral pelo Palácio da Cidade completa um mês amanhã (16), mas a batalha jurídica iniciou agora com denúncias na Justiça Eleitoral e na Polícia Federal envolvendo fake news, em que um candidato denuncia o outro e vice-versa.

A coligação da base do atual prefeito Firmino Filho (PSDB) entrou com pedido de cassação por perfis falsos para atacar adversários e na outra, junto à Polícia Federal, a chapa de Dr. Pessoa (MDB) acusa a de Kleber Montezuma (PSDB) de "formar milícia digital".  

A coligação “O povo faz acontecer”, que tem como candidato a prefeito Kleber Montezuma, ingressou com ação de cassação do registro de candidatura  de Dr. Pessoa e do candidato a vice, Robert Rios (PSB), da coligação "Pra cuidar da nossa gente". Os dois são acusados de usarem perfis falsos nas redes sociais para atacar adversários.

O advogado Carlos Yuri, da coligação de Montezuma, ingressou com ação na 1º Zona Eleitoral.  “Ao vasculhar as redes sociais, observou-se que existem perfis fake ou não oficiais em nome de José Pessoa Leal, os quais são utilizados para disseminar inverdades e criar celeumas no prélio eleitoral”, diz a denúncia.

A ação diz que nas redes sociais  existem três perfis como sendo de Dr. Pessoa. Porém, apenas um corresponde ao perfil informado no registro de candidatura. O segundo perfil, chamado de “Pessoa Leal”, não estaria listado como perfil oficial. O terceiro perfil, intitulado José Pessoa Leal Dr. Pessoa, não apresenta postagens.

Segundo a ação, Dr. Pessoa e o vice Robert Rios teriam cometido crime eleitoral. A ação pede que o facebook retire os perfis do ar e que os criadores das páginas sejam identificados. 

Coligação de Dr. Pessoa fez denúncia à PF

O advogado da coligação de Dr. Pessoa, Alano Dourado, afirma que a denúncia não procede. Segundo ele, a coligação “Pra cuidar da nossa gente” já  denunciou a coligação de Kleber por uso de perfis falsos. O caso é investigado pela Polícia Federal. 

“É a primeira ação que recebemos e não concordamos com nenhum dos argumentos. Iremos fazer a defesa no momento certo. Temos várias demandas e já entramos contra a coligação de Kleber Montezuma por irregularidades. Denunciamos vários perfis falsos e administrador de grupos de whatsapp por ataques e informações falsas”, diz Alano Dourado, que pediu investgação pela Polícia Federal. 

O advogado da coligação “O povo faz acontecer”, Carlos Yuri, informou que até o momento ninguém foi citado a respeito de qualquer investigação e quando se tomar conhecimento os esclarecimentos serão prestados. 

 

 

Lídia Brito
[email protected] 

Imprimir