Cidadeverde.com
Cidades

Mulher se entrega após matar companheiro e alega legítima defesa

Imprimir

Foto: Portal V1

Uma mulher se apresentou na delegacia e assumiu ter matado o companheiro. O crime ocorreu na residência do casal, na cidade de Valença do Piauí, no interior do estado. O delegado regional de Valença, Maycon Braga, explica que a suspeita alegou legítima defesa, o que ainda será apurado durante a investigação. 

A vítima foi assassinada com uma facada na noite do último sábado (24). A suspeita contou que os dois estavam ingerindo bebida alcóolica quando teriam iniciado as agressões.

"Após o crime, ela conta que foi para a casa da mãe e logo se entregou na delegacia. Na versão dela, o companheiro teria tido uma crise de ciúmes e foi para agredí-la, então ela desferiu um único golpe para se defender e ele veio a óbito. A perícia criminal fez o local de crime para comprovar se há elementos de que houve luta corporal. Já requisitamos também alguns exames", explica o delegado. 

Vítima e suspeito não tiveram os nomes divulgados. De acordo com a Polícia Civil do Piauí, a suspeita tinha antecedentes criminais por lesão corporal. 

"Há algum tempo, ela teria quebrado uma garrafa na cabeça dele e foi presa. A suspeita disse que sofria constantes xingamentos e, neste fim de semana, teria sido a primeira vez que o companheiro tentou agredí-la fisicamente. Não há registro de BO de violência doméstica", reitera Braga. 

Os dois mantinham um relacionamento há seis anos. Após prestar depoimento, a suspeita foi liberada e pode ser presa se não ficar caracterizada a legítima defesa. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir