Cidadeverde.com
Esporte

Melo elimina bicampeões de Roland Garros e vai à 4ª final em Viena

Imprimir

Em uma de suas melhores partidas desde a retomada do circuito, Marcelo Melo eliminou neste sábado os alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies, atuais bicampeões de Roland Garros, e avançou à final do Torneio de Viena. Ele e o polonês Lukasz Kubot derrotaram os rivais por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/8, em 1h26min.

Com o triunfo sobre os algozes de Bruno Soares na fase anterior, Melo e Kubot vão disputar a final do torneio de nível ATP 500 disputado na Áustria pela quarta vez, sendo a segunda seguida. Brasileiro e polonês são os atuais vice-campeões de duplas. E foram campeões em 2015 e 2016.

"O jogo de hoje não começamos tão bem quanto os outros, mas mantivemos a calma, buscando uma energia para tentar virar. Acho que conseguimos isso bem no final. Quebramos no 5/4 no segundo set. E aí usamos essa energia de ter tido uma chance de quebrar, para entrar com tudo no match tie-break. Foram vários pontos longos e realmente de alto nível. Acabamos dominando o jogo nos últimos dez minutos, onde foi a parte mais importante para nós", comentou o brasileiro.

Em sua 65ª final da carreira, Melo vai enfrentar os britânicos Jamie Murray e Neal Skupski. "A lição de hoje foi ficar no jogo o máximo possível, buscando encontrar um caminho. Agora é ir com tudo na final e tentando começar melhor, para não fazer os torcedores sofrerem no match tie-break", disse o duplista do Brasil.

Melo e Kubot buscam o segundo título na temporada 2020. Em fevereiro, levantaram o troféu em Acapulco. Recordista brasileiro, o duplista mineiro soma na carreira 34 títulos. Somente ao lado de Kubot, já faturou 14 troféus.

CHAVE DE SIMPLES - A outra final de Viena vai reunir o russo Andrey Rublev e o surpreendente italiano Lorenzo Sonego, algoz do sérvio Novak Djokovic nas quartas de final. Um dos melhores tenistas da temporada, Rublev vai disputar sua quinta final da temporada, em busca do quinto troféu.

Neste sábado, o número oito do mundo avançou com mais facilidade do que esperava. Isso porque o sul-africano Kevin Anderson abandonou o jogo no segundo set, quando perdia por 6/4 e 4/1, devido a uma lesão muscular na coxa direita.

No domingo, o russo terá pela frente Sonego, que é a sensação do campeonato até agora. O 42º do ranking entrou na chave como "lucky loser", eliminou o favorito Djokovic e, neste sábado, fez mais uma vítima. Despachou o britânico Daniel Evans por 6/3 e 6/4. Sonego busca seu segundo troféu de nível ATP na carreira.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir