Cidadeverde.com
Economia

PIB do Piauí cresce 2,1% em 2018, apesar de retração na Indústria

Imprimir
  • PIB-gov-karnak-roberta_(15).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(14).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(12).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(11).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(10).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(9).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(8).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(7).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(5).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(4).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(2).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • PIB-gov-karnak-roberta_(1).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

O governador Wellington Dias (PT) apresentou nesta segunda-feira(16) o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí referente ao ano de 2018.  De acordo com o levantamento, o Estado do Piauí alcançou um PIB de R$ 50,38 bilhões, registrando um crescimento real de 2,1% em relação ao ano de 2017.

O crescimento verificado no Estado ficou acima da média nacional e da média dos estados do Nordeste, que foi de 1,8%. 

Entre os setores que compõem o PIB do Piaui, a Agropecuária aumentou sua participação em 0,5%, saindo de 9,4% em 2017 para 9,9% em 2018. O crescimento real do setor foi de 19,9%, puxado pelo avanço da cultura da soja no Cerrado.

Já o setor da Indústria, apesar de uma maior participação no PIB do Estado em 2018, sofreu uma retração de 2,8% em relação a 2017. A queda foi marcada principalmente na construção civil, que apresentou retração de 7,5%.

Os dados apresentados nesta segunda feira foram comemorados pelo governador do Estado." É o esforço do nosso povo, do trabalho, da energia e mão de obra do nosso povo, que melhorou cada vez mais", avaliou.

De  acordo com o IBGE, a participação do Piauí no PIB nacional se manteve em 0,7%. O Estado ocupa a 21ª posição entre os 26 Estados e o Distrito Federal.

"A gente tem um grande desafio é desenvolver cada vez mais a inclusão de pequenos e médios empreendedores no Estado. Precisamos fazer o setor privado do Estado crescer cada vez mais", afirmou o governador. 

Os dados do PIB auxiliam o poder público na adoção de políticas públicas, bem como investimentos em setores estratégicos. 


Flash de Natanael Souza
[email protected]

Imprimir