Cidadeverde.com
Geral

Ação Civil Pública pede 100% dos ônibus adaptados até 2014

Imprimir

Uma Ação Civil Pública impetrada pela promotora Marluce Evaristo pede que 100% da frota de ônibus coletivos de Teresina sejam adaptados para cadeirantes até 2014. “Há três anos eu luto para que essa frota seja adaptada. Houve aquela festa toda [referindo-se a entrega de dois ônibus adaptados na manhã de hoje], mas aquilo ali nada mais é do que uma renovação normal da frota porque hoje as empresas não conseguem comprar ônibus que não sejam adaptados”, relata a promotora.

De acordo com a planilha apresentada pelo presidente da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito ainda em dezembro em reunião no Ministério Público Estadual, o custo para que essa renovação aconteça é de apenas um centavo em cada passagem de ônibus.

A promotora considera que o custo é muito pequeno diante de todo o benefício. “O custo é muito baixo para o tamanho do benefício que uma parcela muito grande da população terá. O que acontece é que os cadeirantes têm medo de perderem o Transporte Eficiente com a inclusão dos ônibus adaptados. Mas o prefeito já garantiu que isso não vai acontecer”, explica.

A Ação Civil Pública está na 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública desde abril de 2008. Com o falecimento do juiz José Alves de Paula, que assumiu foi o juiz Reinaldo. “Ele me garantiu que até o final da semana se manifesta sobre o assunto”, finalizou Marluce Evaristo.
 
Matéria relacionada

Leilane Nunes
[email protected]

Tags:
Imprimir