Cidadeverde.com
Viver Bem

Pneumonia: quando a infecção afeta os pulmões

Imprimir

Os mais velhos costumam falar: cuide da gripe para que a doença não se transforme em uma pneumonia. A orientação, aliás, é muito importante. Entretanto, é necessário saber que uma pessoa pode ser diagnosticada com a doença mesmo sem estar gripada.

Isso porque a pneumonia também pode ser provocada por uma bactéria, ao contrário da gripe, oriunda de vírus. A versão bacteriana mais comum é a pneumocócica.

As pneumonias viral e bacteriana apresentam os mesmos sintomas: febre alta, tosse, expectoração amarelada, chiado no peito e dor torácica. Se em dois dias esses sinais não melhorarem, é necessário procurar ajuda médica.

Radiografias e exames de sangue são usados para o diagnóstico. Apesar dos sintomas parecidos, o tratamento é diferente. Analgésicos são usados para atenuar a febre e aliviar a tosse. No caso da bacteriana, o antibiótico se faz necessário. Manter o corpo sempre bem hidratado também ajuda na recuperação.

Orientação

Para evitar problemas com a saúde, é importante manter hábitos saudáveis. O sedentarismo é um fator que torna a pessoa mais suscetível a qualquer doença. Por isso, o ideal é praticar atividade física.

A alimentação também faz parte da lista de cuidados necessários. Mantenha uma dieta equilibrada, evitando o excesso de doces e alimentos muitos gordurosos. Além disso, mantenha na agenda as consultas periódicas ao médico para uma avaliação de rotina.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir