Cidadeverde.com
Política

Em 1ª visita oficial ao Piauí, ministro Kassio Nunes se emociona e cita poema de Torquato Neto

Imprimir

Foto: divulgação OAB-PI

O recém-empossado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Kássio Nunes Marques, fez sua primeira visita oficial ao Piauí. Neste sábado (05), o piauiense recebeu a medalha Coelho Rodrigues, maior honraria concedida pela Ordem dos Advogados dos Brasil (OAB-PI). Durante o discurso, o membro da mais alta corte do país relembrou sua trajetória, se emocionou e citou trecho de Go Back, um dos poemas mais famosos do teresinense Torquato Neto. 

"Talvez o meu maior contributo nessa minha caminhada foi demonstrar ao piauiense, não só ao advogado, mas à criança piauiense, ao jovem piauiense que devemos acreditar nos nossos sonhos, que não é porque se nasce em uma família humilde, se mora em um bairro humilde ou que se tenha uma advocacia humilde [...]  se eu consegui chegar, absolutamente todos têm condições de fazer o mesmo", disse o ministro que chegou a vender cachorro quente no bairro em que nasceu em Teresina para ajudar nos estudos.

"Quero encerrar brevemente com um jargão, ou se não é deveria ser um jargão piauiense do nosso poeta maior, e todos nós devemos dizer isso a frente de todas as dificuldades: só quero saber o que pode dar certo, não tenho tempo a perder", completou Kassio Nunes. 

O piauiense destacou suas raízes com o estado e o seu compromisso como ministro, além do papel dos advogados para a nação brasileira. 

"Não só nasci no Piauí, mas que cresci em Teresina, estudei na UFPI. Sou cônscio do papel que hoje desempenho no STF, da responsabilidade que tenho para com o Brasil. Mas nunca esqueço da responsabilidade primeira que tenho com a advocacia e com o povo do Piauí [...] que todos se sentissem abraçados com a minha presença no Piauí", disse Nunes. 

"O papel da OAB tem sido de fundamental importância para a sociedade brasileira. Sempre que o Brasil claudicou na política, na economia, a Ordem dos Advogados teve um papel harmônico de devolver equilíbrio a nação brasileira [...] a Ordem dos Advogados é a voz da cidadania brasileira, não apenas dos advogados, mas a voz do povo brasileiro. A Ordem sempre foi e sempre será ouvida por tudo o que representa para o Brasil desde a construção do estado democrático de Direito", completou o ministro que também ressaltou a importância da honraria recebida. 

Foto: divulgação OAB-PI

"A medalha que hoje me é concedida me emociona duplamente. Desde quando integrei essa Casa, acompanhei a cautela como a medalha é concedida. Diferentemente de outras instituições, a seccional do Piauí tem muito zelo e cautela ao conceder essa medalha e quando eu fui comunicado me emocionei. Passamos muito tempo nessa Casa, com muitas discussões internamente e, por algumas vezes, chegamos a não conceder a medalha. Não porque não tínhamos merecedores, mas para dignificá-la, para mostrar que a aquele que a recebe tem um relevante papel dentro da Ordem. Eu, mais que ninguém, sei da importância dessa comenda porque aqui vivi e participei dessas discussões", disse o ministro.

Antes de se tornar ministro, Kassio Nunes foi conselheiro da OAB Piauí de 2007 a 2009, deixou um legado de trabalho para a advocacia, registrado pelos anais da OAB. Além disso, também foi desembargador federal.

A solenidade de homenagem foi bastante prestigiada. Para o presidente da OAB Piauí, a homenagem é o reconhecimento pelo que o ministro Nunes Marques realizou enquanto dirigente da Ordem. 

Foto: divulgação OAB-PI

"A concessão dessa honraria, que leva o nome de Coelho Rodrigues, foi de iniciativa do Conselheiro Federal Raimundo Junior e uma unanimidade do conselho seccional. Não apenas por se tornar ministro do STF, mas também por sua passagem nesta Casa no título de conselheiro seccional. Portanto, eminente Ministro Nunes Marques, aqui nesta casa que o acolheu por 15 anos, o homenageamos, firmes na convicção de que vossa excelência honrará a todos os que estão o homenageando aqui, a todos os piauienses”, declarou o presidente da OAB-PI. 

Foto: divulgação OAB-PI

O proponente da honraria e conselheiro federal da OAB Piauí, Raimundo de Araújo Silva Júnior, defendeu que a indicação de um piauiense é o reconhecimento da advocacia do estado. 

“Hoje, essa medalha é entregue a alguém que, tanto quanto Coelho Rodrigues, honrou e, sobretudo, elevou a advocacia piauiense. Nunes Marques ocupou posições de destaque em uma vida dedicada ao Direito. Foi juiz do TRE-PI, onde se destacou pela aguçada técnica e pela prudência típica dos grandes magistrados. Passou ao TRF 1ª Região, onde ocupou cargo de desembargador federal, fruto do seu notável saber e sua reputação ilibada. Naquele Tribunal, destacou-se pela notável produtividade, pela riqueza de seus votos e pela prudência. O STF, mais importante órgão do Judiciário do nosso país, foi o último e mais merecido dos passos. Apesar dos importantes cargos ocupados, permanece sendo produto da Advocacia piauiense, genuíno”, destacou o conselheiro federal.


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir