Cidadeverde.com
Esporte

Luiz Adriano marca e Palmeiras sofre para derrotar Red Bull Bragantino em casa

Imprimir

O Palmeiras teve um bom teste diante do Red Bull Bragantino já pensando no duelo de quarta-feira, pela Copa do Brasil, contra o América-MG, que vale vaga na decisão do torneio.

Foto - Cesar Greco - Palmeiras

A vitória por 1 a 0 pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro foi importante, mas mais relevante ainda foi o retorno do atacante Luiz Adriano como titular.

O jogador havia se machucado em 21 de novembro e ficou um mês longe do time por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda. Mas voltou a ser titular novamente, fez o gol da vitória e conseguiu atuar mais de 60 minutos, quando deu lugar a Willian.

A boa movimentação e o gol de Luiz Adriano dão mais otimismo para o técnico Abel Ferreira, pensando na partida fora de casa contra o América-MG. No duelo de ida, o jogo foi 1 a 1. Então o Palmeiras precisa vencer para garantir vaga na decisão. Um empate leva a disputa para os pênaltis.

Já para Luiz Adriano, o gol reforça sua importância para o time. Durante sua ausência, Rony (poupado contra o Bragantino) foi titular e conquistou seu espaço.

Mas esse é daquele tipo de dúvida boa para o treinador, que sabe que pode escalar qualquer um (ou até os dois juntos) que poderão dar conta do recado.

O Bragantino valorizou a vitória do Palmeiras. Bem organizado, dava poucos espaços para o time alviverde e a briga pela bola se concentrava no meio-campo. Foi então que aos 27 minutos, em um cruzamento de Gabriel Menino da esquerda, Luiz Adriano apareceu rápido e marcou de cabeça.

No lance foi marcado impedimento, era uma jogada difícil mesmo, mas o VAR (árbitro de vídeo) foi acionado e confirmou o gol dois minutos depois. "A qualidade do cruzamento foi do Menino, só tive a qualidade de finalizar", comemorou Luiz Adriano.

Foi o 16º gol dele na temporada, atrás apenas de Willian, artilheiro do time, com 17. "A gente teve uma chance de gol e acabou fazendo. Fico feliz por estrear novamente como titular e voltar a marcar depois de um mês", continuou o centroavante.

O Palmeiras tinha em campo um time misto porque alguns titulares foram preservados para o jogo do meio de semana pela Copa do Brasil. E quem teve a chance tentou mostrar serviço.

Foi o caso do atacante Breno Lopes, que teve uma boa oportunidade nos acréscimos do primeiro tempo, mas chutou no travessão.

Na etapa final os dois times trocaram jogadores e o Bragantino melhorou bastante e passou a levar perigo para o gol do Palmeiras. Aos 9, Aderlan bateu cruzado, com perigo. Mais tarde, Cuello chutou e Weverton salvou o Palmeiras de sofrer o empate.

Os minutos finais foram de muita pressão do Bragantino, que tentou o empate de todas as formas.

O Palmeiras pouco atacava e só se preocupou em se defender para garantir os três pontos que deixaram o time perto do G-4 do Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, três a menos que o Internacional. Já o Red Bull Bragantino aparece em 13º, com 31.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir