Cidadeverde.com
Política

Marcelo Castro diz que Baleia Rossi representa independência na Câmara Federal

Imprimir

O senador e tesoureiro do MDB-PI, Marcelo Castro, avalia o nome do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa da presidência da Câmara Federal como uma liderança política que não fará oposição aos poderes e será independente. Nesta sexta-feira (08), o parlamentar paulista visita o Piauí no lançamento oficial da candidatura. 

"Ele representa o sentimento muito forte que existe em todos os parlamentos do mundo e muito em especial no Brasil: o sentimento de um parlamento autônomo, independente, que seja afirmativo e não seja necessariamente um parlamento em oposição aos poderes executivo e judiciário, respeitando o que está na nossa Constituição que diz que os poderes independentes, mas harmônicos entre si", declarou o senador piauiense. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, Marcelo Castro destacou ainda a importância do legislativo na fiscalização dos atos dos outros poderes, mas frisa que isso deve ser feito "sempre em harmonia, procurando o diálogo, a conjugação de esforços em favor do Brasil que precisa urgentemente sair dessa crise". 

"A harmonia e a independência são preceitos constitucionais que têm que andar juntos. Para o todo andar bem é importante essa harmonia, que um não fique jogando pedra no outro, mas que cada um respeite o espaço do outro. Quando há uma intromissão de um poder no outro, isso nunca é bem visto. O Baleia representa esse sentimento de que sendo eleito presidente da Câmara, a Câmara continue com sua independência, autonomia, valorização do legislativo, sem assumir posição antogônica a qualquer um dos poderes, reforçando sempre a harmonia e a boa convivência. Acho que o Baleia é a pessoa talhada para o momento que estamos vivendo no Brasil que, evidentemente, precisamos de paz e harmonia para que as coisas funcionem bem", disse Castro. 

Questionado se a união de partidos em torno da eleição de Baleia Rossi representa um cenário para a disputa presidencial em 2022, Marcelo Castro disse que "ninguém pode prever o futuro". 

"O que está bastante nítido é de que a candidatura do Baleia é uma candidatura da Câmara, para a Câmara, pela Câmara. É uma afirmação do legislativo, sem no entanto ser antagonismo a nenhum dos poderes", reitera o senador piauiense. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir