Cidadeverde.com
Cidades

Lavrador morre ao ser atingido por raio na cidade de União

Imprimir


Um lavrador de 40 anos morreu atingindo por um raio, durante a chuva que caiu na cidade de União, na tarde de terça-feira (26). Francisco das Chagas Rodrigues dos Santos chegou a ser socorrido por familiares, levado ao hospital municipal de União, mas não resistiu à forte descarga elétrica. 

Um boletim de ocorrência foi registrado pelos familiares no 20º Distrito Policial na cidade de União. No documento, o registro é de morte em decorrência de descarga elétrica. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para os procedimentos necessários de liberação e sepultamento do corpo.

A vítima estava em casa com a esposa quando sofreu a forte descarga elétrica. A casa da família está localizada na zona rural de União, na localidade de Baixa Grande. 

Foto: Prefeitura Municipal de União




O tenente-coronel José Veloso, diretor de engenharia do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, orienta sobre os cuidados necessários nessas ocorrências, apesar do raio ser um fenômeno aleatório.

“O raio é um fenômeno aleatório que guarda um poder destrutivo muito grande. O fato de ser aleatório precisa de muita cautela porque não existe 100% de segurança, por mais que a gente mantenha algumas orientações, como ficar afastado de cercas metálicas e das instalações elétricas das residências. Você pode até usar o celular, desde que ele não esteja ligado à rede elétrica. Ficar afastado de postes, de árvores, enfim, de qualquer estrutura com fonte de decida (dessa descarga)". 

O tenente-coronel simplifica a explicação: “o raio é uma energia que fica na nuvem e essa energia vai procurar o menor caminho para atingir o solo para descarregar essa nuvem. Quando a gente diz dessa forma, uma pessoa no meio de um campo aberto ela é o menor caminho, se está próxima de uma árvore ela é o menor caminho. Em casa, de preferência, desligue equipamentos elétricos justamente para manter essa segurança”. Confira mais informações no vídeo acima. 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

 

Imprimir