Cidadeverde.com
Política

Regina defende ação coletiva de governadores para a compra de vacinas

Imprimir

A vice-governadora Regina Sousa (PT) defendeu nesta segunda-feira (8) uma ação coletiva dos governadores do Brasil para comprar vacina. A falta de imunizantes por causa do atraso do governo federal em fechar acordos tem tornado vacinação lenta no país.

“Tem algumas coisas que eles podem fazer juntos, mas em termos de fechamento, por exemplo, não dá pra fazer igual. Cada território tem uma característica. Tem que ter uma ação coletiva no sentido da vacina. É a única coisa que pode salvar vidas. E para retardar o colapso o uso da máscara”, disse a vice-governadora em entrevista à TV Cidade Verde.

Regina criticou a postura do governo federal que, segundo ela, é negacionista no enfrentamento à pandemia.

“A gente começou esperando que o governo federal tomasse as rédeas e coordenasse o processo de vacinação. A gente viu um governo federal negacionista, depois negando a vacina e as medidas preventivas. Isso dificultou muito e os governadores começaram a se organizar a partir do Consórcio Nordeste”, declarou.

Para Regina Sousa, o principal agora é ter vacina para imunizar a população e evitar adoecimento.

“Estamos com gente na fila. Nosso pessoal (da Saúde) é muito valente, muito competente. Eles estão em desespero. Não é só ter UTI. UTI não é a maior coisa agora. O maior agora é não adoecer e ter vacina. Ter UTI vai ser o mínimo. O problema é de todos”, finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir