Cidadeverde.com
Esporte

Paulista: Corinthians encara São Bento com volta de titulares

Imprimir

Depois de perder sua invencibilidade na temporada, o Corinthians volta a campo nesta sexta-feira (16) para enfrentar o São Bento, às 20h, na Neo Química Arena, em jogo válido pela sétima rodada do Paulista.

O time alvinegro, que escalou diversos reservas na derrota para a Ferroviária, voltará a usar seus titulares. Com intervalos curtos entre os jogos, o técnico Vagner Mancini planeja colocar mais vezes em prática o rodízio.

Contando o confronto diante da equipe de Sorocaba, o time corintiano fará 9 partidas em 27 dias, com compromissos pelo Estadual e pela Copa Sul-Americana.

Em entrevista na última terça-feira, Mancini explicou que pretende rodar o elenco do Corinthians para preservar os atletas e dar oportunidade aos garotos promovidos da base.

Nesta temporada, o Corinthians realizou nove partidas. Desconsiderando os atletas que estão no departamento médico desde antes do início do Campeonato Paulista (Danilo Avelar, Gustavo Mantuan e Ruan Oliveira), quase todo o elenco ganhou uma oportunidade. Quatro nomes ainda não jogaram: o atacante Felipe Augusto, o lateral Guilherme Biro, o meia Matheus Araújo e o zagueiro Léo Santos.

Ainda há os casos dos goleiros Guilherme Vicentini e Caíque França, que não entraram em campo, já que o titular Cássio não costuma ser poupado e Matheus Donelli foi bem nas oportunidades que teve.

Os próximos dias prometem ser agitados no CT Joaquim Grava. O Corinthians joga nesta sexta, contra o São Bento, na Neo Química Arena. Dois dias depois, também em Itaquera, o adversário será o Ituano. 

Na quinta (22), a delegação estará no Paraguai para enfrentar o River Plate pela estreia na Sul-Americana. Ainda há a possibilidade de também entrar em campo na terça (20), pelo Paulista.

O duelo desta sexta também marcará o retorno do Corinthians à arena em Itaquera após 41 dias. O último jogo no local foi a vitória sobre a Ponte Preta, por 2 a 1.

Mancini vê com otimismo a volta à Neo Química Arena. "É importante você voltar a jogar no seu estádio. Se não me falhe a memória, esse foi o sexto jogo fora de casa, a gente sente falta, porque é o campo que a gente já está acostumado, um campo rápido, a grama boa. Então, durante esse período de seis jogos, a gente jogou em alguns gramados diferentes do nosso, que requer uma adaptação de jogo", disse o técnico.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir