Cidadeverde.com
Esporte

'Eu deveria estar na pole', diz Pérez após conseguir o 2º lugar em Ímola

Imprimir

Considerado uma surpresa no grid de largada do GP da Emilia-Romagna, em Ímola, o piloto Sergio Pérez, da Red Bull, conseguiu neste sábado garantir um lugar na primeira fila, atrás do pole Lewis Hamilton, da Mercedes, ao cravar o segundo melhor tempo na sessão classificatória. Mas ele não ficou completamente satisfeito.

Segundo sua análise, após o resultado surpreendente ao deixar para trás o colega de equipe Max Verstappen, que terminou em terceiro, o mexicano afirmou que o primeiro lugar deveria ter sido dele, não fosse um erro na última tentativa classificatória

"Eu deveria estar na pole hoje. Cometi um erro na minha última curva", disse o piloto mexicano, que fará sua segunda corrida com a Red Bull após substituir Alexander Albon nesta temporada. "Acho positivo o resultado. Só temos que garantir que vamos continuar progredindo, amanhã é o que importa", complementou.

Pérez, apesar de achar que poderia ter conseguido a pole, afirmou que antes do treino de sábado suas expectativas não eram tão altas, já que ele considera o circuito de Ímola um dos mais difíceis e, além disso, havia tido um mal sinal quando colidiu com Esteban Ocon, da Alpine, nos treinos livres de sexta-feira.

"Ontem (sexta-feira) cometi um erro e fiz com que trabalhassem muito durante o dia, por isso é uma boa recuperação. O mais importante é que mostremos progresso. Eu nunca esperei estar aqui hoje, considerando onde estávamos ontem. 

Estamos melhorando, mas é importante estar na segunda posição de largada", disse o piloto de 31 anos, que tem a chance de conquistar, neste domingo, a segunda vitória da carreira na Fórmula 1.

FRUSTRAÇÃO - Companheiro de equipe de Sergio Pérez na Red Bull, Max Verstappen, pelo crescimento nos últimos anos e pela pole na estreia desta temporada, no Bahrein, era tido como dos favoritos para conseguir o melhor tempo e largar em primeiro lugar neste domingo, em Ímola.

Contudo, o holandês errou na curva três da pista. "Eu escapei e me compliquei um pouco na curva três. Não foi uma boa volta. Não dá pra ser bom todo o tempo. Vamos analisar o que deu errado", admitiu de forma frustrada o piloto de 23 anos, uma das sensações e apontado como o maior rival de Hamilton em 2021.

Para o GP da Emilia-Romagna, a Red Bull vem com uma estratégia para tentar bater a Mercedes do heptacampeão: alternar os pneus de Pérez e Verstappen. O mexicano, largando no segundo lugar, irá com macios, enquanto o holandês largará com médios, de acordo com a equipe.

"Será bem interessante porque os dois carros da equipe irão com pneus diferentes. Veremos como isso funcionará, mas tentaremos tornar as coisas difíceis para eles (Mercedes)", afirmou Verstappen.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir