Cidadeverde.com
Esporte

Seleção treina com Gabigol em campo, elenco quase completo e ajuda de TV

Imprimir

O goleiro Weverton e o atacante Gabigol foram as novidades do treino desta segunda-feira (31) da seleção brasileira na Granja Comary, em preparação para dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar. No domingo, pelo Brasileirão, seus times Palmeiras e Flamengo se enfrentaram.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Enquanto o palmeirense atuou normalmente, o flamenguista foi desfalque por causa de uma virose e já está recuperado. O zagueiro Rodrigo Caio e o meia Everton Ribeiro, também convocados, já se apresentaram, mas não foram a campo por desgaste físico. 

Dos 25 convocados só faltam se apresentar Thiago Silva, Ederson e Gabriel Jesus, que jogaram a final da Liga dos Campeões da Europa no sábado. O primeiro chega hoje e os outros dois amanhã (1).

Com elenco quase completo, Tite comandou dois tipos de treinamento: tático e técnico. As atividades táticas não foram transmitidas pela CBF TV, que gera imagens para torcedores e imprensa acompanharem a rotina da seleção. Já os trabalhos técnicos foram disponibilizados para observação.

Com uma curiosidade: antes do apito inicial, os jogadores se reuniram num dos bancos de reservas do gramado principal e viram imagens direto de um aparelho de TV instalado no local.

Foram exibidos vídeos de Argentina 1 x 0 Equador, pela estreia nas Eliminatórias da Copa, enquanto Tite orientava o grupo. Logo em seguida, a filmagem foi paralisada para manter o segredo do treino oriundo dessa observação.

O Brasil enfrenta o Equador na sexta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, pela sétima rodada das Eliminatórias.

No que foi possível ver das atividades, Tite e seus auxiliares comandaram um treino que chamam de "dois para um", em que dois jogadores atacam e um defende a área, com cruzamentos e ações com a bola no chão intercalados. 

É uma atividade intensa que trabalha fundamentos tanto ofensivos, quanto defensivos, como drible, finalização, cabeceio e tomada de bola, entre outros. Depois o trabalho evoluiu para três atacantes e dois defensores e durou cerca de 30 minutos.

Ainda não há esboço de time titular, mas depois dessa parte técnica houve uma nova sessão tática, com trabalhos de bola parada ofensiva com Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar, jogadas ensaiadas e até pênalti. Novamente, não foi possível assistir.

Incompleta, a seleção treina com cinco garotos "emprestados": João Fernando (goleiro do Flamengo), Leo Linck (goleiro do Athletico-PR), Luan Patrick (zagueiro do Athletico-PR), Daniel Cabral (meia do Flamengo) e Matheus Martins (atacante do Fluminense).

GABRIEL CARNEIRO
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir