Cidadeverde.com
Últimas

Internações por síndrome respiratória aguda grave caíram 9%, revela COE

Imprimir

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) confirma que ocorreu uma pequena redução nos atendimentos por síndrome gripal e dos casos de Covid-19 em Teresina, no período de 30 de maio a 05 de junho de 2021. Os dados são do Comitê de Operações Emergenciais (COE) da FMS – Teresina e constam no Painel Situacional da COVID-19 da 22ª semana epidemiológica. 

Os dados apontam que “as internações por síndrome respiratória aguda grave caíram 9% no período de 30/05 a 05/06 ao serem comparadas com as da semana anterior. No mesmo período, os atendimentos por síndrome gripal caíram 14%, os casos confirmados de Covid-19 reduziram 8% e as solicitações do exame RT-PCR em 54%”.

A FMS também comenta que, “no período de 30/05 a 05/06, a utilização do teste rápido de antígeno em swab nasal na rede pública municipal de Teresina pode ter diminuído a demanda por RT-PCR ao Lacen-PI.  A positividade dos testes RT-PCR também caiu de 28% para 24% entre as duas últimas semanas”.  

O médico virologista e membro do COE, Marcelo Adriano, ressalta que “essa redução do número de casos confirmados da Covid-19 no cenário em que a testagem foi facilitada não deixa de ser animador. Isso pode significar que a transmissão da doença de fato reduziu entre os períodos comparados ou que amplitude da testagem foi aumentada. Na verdade, entre a infecção e o desenvolvimento da doença, de sintomas, a confirmação do caso, a hospitalização até chegar ao óbito passa de duas a quatro semanas. Então, as mortes registradas agora refletem, na verdade, os casos, atendimentos e internações que aconteceram semanas atrás”. 

De acordo com o médico, a taxa de transmissão da Covid-19 em Teresina está abaixo da unidade (1,0) o que projeta redução do número de novos casos, diz a FMS. Outro fator para a redução dos casos de internação é a vacinação dos idosos, de grupos de comorbidades e dos profissionais e trabalhadores da saúde.

Foto: Roberta Aline

 

Carlienne Carpaso (com informações da FMS)
[email protected] 

Tags: testecovid
Imprimir