Cidadeverde.com
Política

Ciro diz que Piauí terá investimento de R$ 3,5 bilhões com termelétrica e gasoduto

Imprimir

A Medida Provisória 1031/21, aprovada ontem (21) na Câmara Federal e que viabiliza a desestatização da Eletrobras, ainda pode gerar benefícios ao Piauí após o relatório deixar de fora a indenização de R$ 260 milhões ao estado pela venda da Cepisa. Quem garante é o senador Ciro Nogueira. Segundo ele, está previsto na MP a instalação de uma termelétrica no Piauí e a construção de um gasoduto, que pode gerar até 15 mil empregos.

"A principal conquista diz respeito a implantação de uma térmica em nosso estado e principalmente a construção de um gasoduto para levar gás natural ao nosso estado. Será a terceira a maior térmica do país e que vai gerar 15 mil empregos em sua construção, um Investimento de R$ 3,5 bilhões. Maior investimento da história no estado", disse o senador em entrevista à TV Cidade Verde.

O senador ressaltou que ainda não pode comemorar, pois aguarda sanção do governador. Ainda de acordo com o parlamentar, a MP inclui ainda a revitalização do Rio Parnaíba. 

"A medida provisória quanto a revitalização dos rios só atendia ao Rio São Francisco e nós conseguimos juntos ao relator a inclusão do Rio Parnaíba", afirmou.

Sobre a indenização pela venda da Cepisa, o senador afirmou que todo o empenho foi feito no Senado, já na Câmara, o relator retirou a emenda atendendo a um pedido do governo.

"Nós conseguimos, atendendo a um apelo do governador incluir no texto no Senado, mas pelo fato de o governo não reconhecer a dívida, conseguiu derrubar na Câmara dos Deputados", finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir