Cidadeverde.com
Geral

FMS convoca público-alvo para tomar a vacina contra a gripe

Imprimir

Roberta Aline

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) faz um apelo à população para garantir sua dose da vacina contra a gripe, cuja campanha continua em Teresina. De acordo com dados da FMS, o grupo com maior cobertura vacinal até esta quinta (24) é o de indígenas, com 143,7%, e os idosos, com 73,4% do público vacinado – o que corresponde a 73 mil pessoas.

Outro grupo contemplado é o das crianças entre seis meses e menores de seis anos de idade; em Teresina, um total de 48.804 meninos e meninas (73,4%) foram imunizados. O quarto grupo mais vacinado foi o dos professores, com 62%; gestantes, com 61,5%; puérperas e trabalhadores da saúde com 58% cada; e por fim os indígenas, com 143,7%.

A coordenadora da campanha de vacinação contra a gripe, Adriana Sávia, faz um apelo para o comparecimento dos demais grupos prioritários da vacina, que já podem procurar uma das 69 UBS desde a semana passada. São eles: pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso.

No ato da vacinação, o paciente deve apresentar documento de identificação com foto, cartão de vacina e um documento que comprove sua condição. Para professor ou trabalhadores de outras áreas, por exemplo, é necessário apresentar contracheque atual ou declaração do estabelecimento onde trabalha. Pessoas com doenças crônicas ou deficiência permanente devem apresentar comprovante que demonstre pertencer a um destes grupos de risco (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica etc.).

Maria de Jesus Fernandes, de 49 anos, tomou sua vacina na Unidade Básica de Saúde (UBS) Santa Isabel. Portadora de diabetes e hipertensão, ela conta que é a terceira vez que toma o imunizante.  “A vacina é um reforço para a minha saúde. Depois que tomei nunca mais eu gripei, porque é uma excelente vacina. Por isso, gente, aproveita e vem todo mundo tomar!”, faz o apelo para todos aqueles que têm direito.

Adriana Sávia ressalta a segurança e importância da vacina. “Ela reduz a circulação do vírus e, consequentemente, o número de hospitalizações e risco de morte devido à gripe, já que esses vírus da influenza estão relacionados a uma série de complicações e entre elas a pneumonia”, diz a coordenadora.

 

[email protected]

Imprimir