Cidadeverde.com
Política

Deputado Carlos Augusto pode deixar o PL diante de dificuldades na chapa

Imprimir

Foto: RobertaALine/CidadeVerde.com

O deputado coronel Carlos Augusto não descarta a possibilidade de sair do Partido Liberal (PL). Segundo ele, a sigla encontra dificuldades para formar a chapa para a disputa por cadeiras na Assembleia Legislativa.

O parlamentar avalia, que apesar do trabalho realizado, só ficar no PL se for possível montar uma chapa capaz de eleger de três a quatro deputados estaduais.
“Existe essa possibilidade ( deixar a sigla). Gosto muito do meu partido. Sou bem ambientado com os membros do PL. Mas temos trabalhado para formar uma chapa. Não é descartada essa possibilidade de sair. É uma questão de estratégia da eleição. Vamos disputar uma eleição e disputamos. No lugar que nos sentimos confortável. Nos sentimos confortável no PL e é onde fazer uma disputa de iguais. Essa disputa é que devemos fazer a análise na hora certa. Precisamos formar uma chapa forte com perspectiva de fazer quatro deputados e trabalhamos para isso”, destaca.

Carlos Augusto afirma que o PL busca diálogo com lideranças sem mandato e deputados na tentativa de montar a chapa.

“Estamos nos organizando como todos os partidos. É um ano exatamente para isso. Para que possamos formar nosso quadro para a disputa proporcional. Nossa participação na base do governador é algo consolidado e definido no partido. Hoje trabalhamos a formação das chapas. Acredito que nossa chapa de deputado federal está bem encaminhada para o ano. Vamos ter uma chapa bastante competitiva para eleger dois federais. Para estadual, ainda temos o desafio de crescer a chapa. O objetivo do PL é fazer de dois a quatro deputados estaduais. Para consolidar o partido é preciso ter uma chapa bem mais forte do que temos hoje. Não fechamos a porta para deputados”, disse.

 

Lídia Brito
[email protected]
 

Imprimir