Cidadeverde.com
Esporte

Renato prioriza conversas em preparação curta antes de estreia pelo Flamengo

Imprimir

Apresentado como novo técnico do Flamengo na segunda-feira (12), Renato Gaúcho não perdeu muito tempo e tentou encurtar ao máximo a fase de adaptação ao novo território.

Foto - Alexandre Vidal - Flamengo

Após suas primeiras palavras como rubro-negro, o treinador trocou o sapato pela chuteira e foi conhecer as dependências do Ninho do Urubu antes de ir ao campo.

Em seu primeiro dia, Renato mais ouviu do que falou e conversou com os diversos setores que atuam no centro de treinamento. Trocou ideias com os responsáveis pela preparação física e também reservou um tempo para matar as saudades de velhos companheiros.

Juan, hoje gerente técnico, jogou com o ex-atacante em sua última passagem pela Gávea e foi um dos responsáveis por acompanhar o gaúcho em sua chegada. Massagista com 40 anos de casa, Denir foi outro que recebeu atenção especial do comandante.

No gramado do Ninho do Urubu, Renato deixou de lado os gestos largos e teve uma conversa em tom sereno com o elenco.

Por cerca de 20 minutos, explicou aos comandados os seus métodos de trabalho e deixou uma mensagem de confiança irrestrita na retomada do bom futebol do atual bicampeão do Brasileiro.

"Treinar o Flamengo e jogar no Flamengo é diferente. A cobrança é grande, mas gosto de desafios. Estou aqui para trabalhar e conquistar. Reforços, todo treinador gosta de ter, mas nem sempre é possível. Importante é trabalhar com o que a gente tem aqui. Mas o grupo é maravilhoso, é muito forte", disse Renato.

Ele ainda bateu papo individualmente com os atacantes Gabigol e Rodrigo Muniz e acompanhou atentamente a atividade em campo. Como os atletas que jogaram na vitória por 2 a 1 sobre a Chapecoense no domingo (11) fizeram trabalho mais leve, os demais disputaram um coletivo contra os jovens do sub-20.

"Gosto de trabalhar com os garotos. Ainda no Maracanã, eu falei com as pessoas e pedi para marcarem um coletivo contra os garotos. Não tenho medo de lançar um garoto, mas tem de ser na hora certa e no momento certo. Gosto de dar oportunidades", ressaltou.

Já nesta terça (13), Renato comandou sua primeira atividade com todos os rubro-negros à disposição. O treino ocorreu durante a manhã, horas antes de a delegação embarcar para a Argentina, onde haverá o jogo contra o Defensa y Justicia (ARG) nesta quarta (14), 21h30, pelas oitavas de final da Libertadores.

Para sua estreia, o técnico já terá de quebrar a cabeça para montar a equipe. Sem William Arão, que cumpre suspensão, ele vai estudar alternativas para montar um meio-campo que já anda bastante desfalcado desde a saída de Gerson e a lesão de Diego.

Com lesão na coxa, Bruno Henrique também está fora de combate para o confronto. Além dele, o zagueiro Rodrigo Caio, com edema na panturrilha, foi vetado da lista de relacionados para a estreia de Renato à frente do Flamengo.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir