Cidadeverde.com
Política

Com obstrução intestinal, Bolsonaro será levado para São Paulo

Imprimir

 

 

A Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom) informou em nota que o presidente Jair Bolsonaro será levado a São Paulo para realização de exames, cujos resultados indicarão se há necessidade de procedimento cirúrgico. De acordo com o órgão, diagnóstico a partir de exames realizados no Hospital das Forças Armadas constataram obstrução intestinal decorrente do atentado a faca sofrido por Bolsonaro em 2018.

O médico Antônio Luiz Macedo, responsável por operar o presidente em 2018 após a facada, o acompanhará na viagem.

Em virtude do mal-estar, Bolsonaro cancelou a reunião que teria com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, prevista para as 11h de hoje. Na Agenda Oficial não constam mais compromissos.

Nas últimas semanas, Bolsonaro vinha apresentando soluços constantes. Na quarta-feira, 7, em entrevista à rádio Guaíba, o presidente abordou o assunto. "Peço desculpa a todos que estão me ouvindo, porque eu estou com soluço já tem cinco dias. Eu fiz uma cirurgia para implante dentário no sábado, já aconteceu comigo no passado, talvez, em função dos remédios que eu estou tomando, eu estou 24 horas por dia com soluço", disse. Em transmissão ao vivo nas redes sociais na quinta-feira, 8, o quadro de soluço persistia.


Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir