Cidadeverde.com
Política

Teresa Britto revela detalhes de conversa dos aliados com Ciro e nega desistência

Imprimir

A deputada Teresa Britto (PV) revelou detalhes da conversa dos partidos aliados com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas. O presidente Jair Bolsoanro (sem partido) já confirmou que o parlamentar piauiense vai assumir o ministério da Casa Civil. 

Antes de se pronunciar oficialmente, Ciro reuniu os aliados do Progressistas, PSDB, PTB e PV para comunicar a decisão de assumir o ministério. O objetivo é manter o grupo unido e em campo para levar a mensagem da oposição. 

“Na reunião virtual participaram Progressistas, PTB, PSDB, e o PV. Era uma reunião para avaliarmos a  situação do estado e uma pesquisa apresentada pelo senador. A oposição tem grandes nomes inclusive o nome do senador que sempre se colocou à disposição do Piauí. Em ele assumindo esse ministério, em Brasília, isso não vai prejudicar uma possível candidatura em 2022. Até porque pode trabalhar até abril e se afastar até lá.  O nome posto é do senador Ciro Nogueira. Em nenhum momento ele recuou dessa possibilidade de ser candidato. Mas temos outros nomes como Sílvio Mendes”, destaca. 

Teresa afirma que o fato de Ciro se tornar ministro vai fortalecer a estratégia da oposição.  “Fortalece ainda mais a oposição uma vez que um ministério tão importante quanto o da Casa Civil pode alavancar mais recursos para o Piauí desenvolvendo mais o estado.  O senador tem ajudado muito em trazer recursos para o Piauí. A saúde hoje, a manutenção, ou seja, o financiamento da atenção básica e parte da alta complexidade deve-se muito a Ciro Nogueira. Para o Piauí é positivo porque ele é muito trabalhador”, destacou.

 

Lídia Brito
[email protected]

 

Imprimir