Cidadeverde.com
Últimas

Teresina não reduz faixa etária de vacinação por falta de doses, diz presidente da FMS

Imprimir

 

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, voltou a defender que Teresina receba mais doses de vacina através do plano nacional de imunização. Nas últimas semanas, a gestão municipal encaminhou ofícios ao Ministério da Saúde solicitando o envio das doses, mas que ainda não foram respondidos. 

Segundo a FMS, somente com o envio de mais doses será possível reduzir as faixas etárias e alcançar outras capitais do nordeste, que já vacinam pessoas com menos de 30 anos.  De acordo com Gilberto Albuquerque, a capacidade do município é de aplicar até 18 mil vacinas por dia, bem acima da média atual.

"Estamos aguardando que tenhamos um número maior de doses, para que a gente possa avançar nessa imunização. Estamos vacinando a partir 35 anos, mas gostaríamos de estar bem abaixo disso. Por isso que temos uma equipe capaz de administrar até 18 mil doses por dia, infelizmente não temos essas doses. Essa média está vindo é por semana, o que nos deixa ansiosos, de certa forma. Nos falta só a vacina, porque a equipe e a logística temos há muito tempo", destacou. 

O presidente da FMS ainda questiona o motivo de Teresina não receber mais doses para avançar o processo de imunização. 

"Seguimos, rigorosamente, todas as orientações do Ministério da Saúde, plano nacional de imunização, seguimos regras de aplicação das vacinas contra a covid. No entanto, Teresina, a gente percebe, que ela está nos últimos lugares em avanço, baixar a idade de vacinados. Isso nos chama atenção. Por que Teresina faz tudo direito, faz tudo correto, não há nenhuma queixa, e, no entanto, a gente não tem o número de doses suficientes para baixar essa idade ou pelo menos equiparar com as capitais vizinhas mais próximas? ", questionou o presidente da FMS.


Natanael Souza
[email protected]
 

Imprimir