Cidadeverde.com
Política

Themístocles diz que processo de escolha de conselheiro é democrático e evita declarar voto

Imprimir

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), reagiu às críticas contra o processo de escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Segundo ele, o processo é mais democrático do que a escolha de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). 

“Aqui é bem mais democrático. Quando vai se escolher um ministro do Supremo é uma decisão do presidente que encaminha para o Senado. Quando o Tribunal de Justiça, que este ano vai encaminhar para o governador escolher o desembargador, só encaminha três nomes. A OAB indica seis para o Tribunal. Dos seis nomes, o Tribunal escolhe três que vão para escolha do governador”, disse.

Com relação à disputa interna na Casa, até o momento quatro deputados se inscreveram na disputa pela vaga, Themístocles diz ser um cenário observado em todas as últimas eleições. 

“Perfeitamente normal. No passado também aconteceu assim. Tudo que acontece não vejo novidade. Agora é preciso ter cautela. As decisões devem ocorrer apenas na véspera”, destaca. 

Lídia Brito
[email protected]

 

Imprimir