Cidadeverde.com
Esporte

Paracanoagem: Luís Carlos fica fora do pódio no 1ª dia do Mundial, mas compete novamente sábado

Imprimir
Foto: Miriam Jeske/CPB
 
 
O paracanoista Luís Carlos Cardoso está em Copenhague, na Dinamarca junto com a seleção brasileira nas disputas do Mundial da modalidade. Após a medalha de prata olímpica em Tóquio, inédita para o estado do Piauí se trtando de Jogos Paralímpicos, o tempo de descanso no Brasil foi mínimo e ele já voltou as águas. Ontem (15) disputou a final da do VL2 200m (canoa) e ficou em 8ª lugar. O campeão da prova foi o brasileiro Fernando Rufino - medalhista de ouro em Tóquio. 
 
"Independente de qualquer coisa contamos sempre com a torcidade de todos vocês aí no Brasil", escreveu o atleta através das redes sociais.  
 
Na quinta-feira (15) aconteceram as fases eliminatórias, abrindo o Mundial de paracanoagem velocidade, o piauiense Luis Cardoso venceu sua bateria no KL1 200m (caiaque), avançando direto para a final A. Prova que ele irá disputar a final e brigar por medalha neste sábado (18). Na canoa, terminou em terceiro na fase eliminatória e em oitavo lugar na fase final. 
 
Vale lembrar que o Mundial de paracanoagem velocidade segue neste sábado (18), com mais brasileiros. Luis Cardoso e Adriana Azevedo disputam a final do KL1, enquanto Fernando Rufino vai buscar mais uma medalha no KL2. Por fim, Caio Ribeiro e Mari Santilli competem na final A do KL3 e Giovane Vieira na final B.
 
 
 
 
Pâmella Maranhão
Imprimir